CHAMADA PARA DOSSIÊ v. 12 n. 23 (2020)

2019-09-16
Título: Da Antropologia e Sociologia do Corpo aos Estudos Corporais. Análise e quadro interpretativo

Nos últimos 30 anos, e como resultado de uma organização entre diferentes disciplinas (entre as que podemos citar a antropologia, a história, a sociologia, a arte, a psicologia ou a educação) se desenvolveu um campo disciplinar que podemos denominar com o termo anglófono Body Studies. A partir dos trabalhos iniciais de alguns autores (Bryan Turner ou David Le Breton) tem se desenvolvido diferentes contribuições do estudo do corpo desde sua perspectiva sociocultural. Nascidos como complemento ou contrapartida à perspectiva anatômica e biológica do corpo humano, tem buscado lançar luz a determinadas perguntas centrais sobre as formas de viver a condição de humanidade. Diferentes cenários e locais desempenharam papel relevante, mas de forma especial nos últimos 10 anos surgiram grupos de pesquisa, projetos, teses, artigos, livros e congressos que colocam países como México, Brasil, Colômbia ou Argentina como um dos eixos mundiais da produção de conhecimento corporal. O dossiê para essa edição da revista Albuquerque busca oferecer aos leitores trabalhos atuais focados na perspectiva dos Estudos Corporais. Dessa feita, é proposto a pesquisadores, acadêmicos e interessados nesse campo (ou intersecação) um espaço pelo qual se possa debater seus trabalhos na modalidade de projetos finalizados de pesquisa (artigos), resultados de projetos, ensaios ou artigos de revisão nos quais se incoporam, problematizando-se, temas que se aproximem a perspectiva dos Body Studies a partir de diferentes óticas, inclinações teóricas ou metodologias.

 

Organização:

Héctor Rolando Chaparro (Universidad de los Llanos)

 

Data limite para submissão: 08 de março de 2020