PMEs e o meio ambiente: uma análise das ações e nível de conhecimento dos gestores sobre a gestão ambiental

Luiza Pereira, Thamiris Kuriyama Barbosa, Sirlei Tonello Tisott, Tamires Sousa Araújo

Resumo


A gestão ambiental é necessária para a adaptação das empresas às exigências imperativas do mercado competitivo, visando um desenvolvimento econômico coerente com atitudes social e ambientalmente corretas. Este estudo teve como objetivo identificar e analisar as ações ambientais praticadas pelas micro, pequenas e médias empresas estabelecidas em Três Lagoas-MS e identificar nível de conhecimento dos gestores sobre a gestão ambiental. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de questionário estruturado direcionados à 11 empresários e, posteriormente analisados de forma qualitativa. Os resultados apontam que nenhuma das empresas utilizam sistemas de gestão ambiental, visto que os empresários possuem pouco ou nenhum conhecimento sobre o assunto, no entanto, 90% deles destacam que se empenham em economizar energia, água e insumos. Apenas 45% dos respondentes reconhecem que suas atividades geram resíduos, destacando-se: pneus, embalagens de óleo, papel, plástico, restos de materiais de construção, óleo diesel e água da lavagem dos veículos e, 18% deles vendem ou reutilizam os resíduos gerados em suas atividades. Conclui-se que a maioria dos empresários não se consideram poluidores e existe uma carência significativa de conhecimento sobre assuntos relacionados a prática de gestão ambiental nestas empresas. É preciso que essas empresas visualizem a contabilidade e gestão ambiental como uma ferramenta estratégica, de modo que estas vertentes tragam vantagens competitivas frente a gestão ambiental.


Palavras-chave


Gestão ambiental. Impactos ambientais. Gastos ambientais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAGÓN-CORREA, J. A.; HURTADO-TORRES, N.; SHARMA, S.; GARCÍAMORALES, V.J. Environmental strategy and performance in small firms: a resource-based perspective. Journal of Environmental Management, v. 86, n. 1, 2008.

BARBIERI, J. C. Gestão ambiental empresarial: conceitos, modelos e instrumentos. 2 a ed., São Paulo: Saraiva, 2006.

BAUMBACH, M. O.; PRADO FILHO, J. F.; FONSECA, A. Environmental management in small mining enterprises: comparative analysis of three Brazilian cases through the lenses of ISO 14001. Revista Escola de Minas. Ouro Preto. v. 66, n. 1, p. 111-116, 2013.

CAJAZEIRA, J. M. R. ISO 14.001: Manual de implantação. Rio de Janeiro: Qualitymark 1997.

CASSELLS, S., LEWIS, K. SMEs and environmental responsibility: do actions reflect attitudes? Corporate Social Responsibility and Environmental Management, n.18, p.186-199, 2011.

CORDANO, M.; MARSHALL, R. S.; SILVERMAN, M. How do small and medium enterprises go "green"? A study of environmental management programs in the U. S wine industry. Journal of Business Ethics, v. 92, n. 3, p. 463-478, 2010.

DIAS, R. Gestão Ambiental: responsabilidade social e sustentabilidade. 2 a ed., São Paulo: Atlas, 2011.

FARIAS, J. S.; TEIXEIRA, R. M. A pequena e micro empresa e o meio ambiente: a percepção dos empresários com relação aos impactos ambientais. Revista Organização e Sociedade. Salvador. v. 9, n. 23, p. 1-21, 2002.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3ª. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FONSECA, S. A.; MARTINS, P. S. Gestão ambiental: uma súplica do planeta, um desafio para políticas públicas, incubadoras e pequenas empresas. Produção, v. 20, n. 4, p. 538-548, 2010.

FONSECA, S. A.; MARTINS, P. S. Gestão ambiental: uma súplica do planeta, um desafio para políticas públicas, incubadoras e pequenas empresas. Revista Produção. São Paulo. v.20, n. 4, p.538-548, 2010.

FREITAS, A. L. P.; ALMEIDA, G. M. M. Avaliação do nível de consciência ambiental em meios de hospedagem: uma abordagem exploratória. Revista Sociedade e Natureza, Uberlândia. V. 22, n. 2, p. 405-417, 2010.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6ª. Ed. Atlas: São Paulo, 2008.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n. 3, p. 20-29, 1995.

LEONE, N. M. C. P. G. As especificidades das pequenas e médias empresas. Revista de Administração. v. 34, n. 2, p. 91-94, 1999.

MARTINS, P. S.; ESCRIVÃO FILHO, E.; NAGANO, M. S. Fatores contingenciais da gestão ambiental em pequenas e médias empresas. Revista Administração Mackenzie. São Paulo, v. 17, n. 2, p. 156-179, 2016.

MARTINS, P. S.; ESCRIVÃO FILHO, E.; NAGANO, M. S. Gestão ambiental e estratégia empresarial em pequenas e médias empresas: um estudo comparativo de casos. Engenharia Sanitária e Ambiental. v. 20, n. 2, p. 225-234, 2015.

PAIVA, P. R. Contabilidade ambiental. 1a ed. São Paulo: Atlas, 2003.

REVELL, A.; STOKES, D.; CHEN, H. Small businesses and the environment: turning over a new leaf? Business Strategy and the Environment. v. 19, p. 273–288, 2010.

ROSSATO, M. V; TRINDADE, L. L.; BRONDANI, G. Custos ambientais: um enfoque para a sua identificação, reconhecimento e evidenciação. Revista Universo Contábil. Blumenau-SC, v. 5, n. 1, p. 72-87, 2009.

SANCHES, C. S. Gestão ambiental proativa. RAE – Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 40, n. 1, p. 76-87, 2000.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS – SEBRAE. Pequenos negócios em números. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/sites/Portal Sebrae/ufs/sp/sebraeaz/pequenos-negocios-em-numeros. Acessado em: nov de 2018.

SILVA, J. P. B.; SILVA, S. S.; MENDES, R. S. Gestão ambiental em empresas públicas e sociedades de economia mista do estado de Minas Gerais. Revista Ciências Administrativas, Fortaleza, v. 23, n. 2, p. 247-261, maio./ago. 2017.

TACHIZAWA, T. Gestão ambiental e responsabilidade social corporativa: estratégias de negócios focadas na realidade brasileira. 6a. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

TINOCO, J. E. P.; KRAEMER, M. E. P. Contabilidade e gestão ambiental. 3 a ed., São Paulo: Atlas, 2011.

TRÊS LAGOAS. Lei Municipal n° 2277 de 01 de julho de 2008. Dispõe sobre a política do meio ambiente de Três Lagoas-MS e dá outras providências. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/codigo-municipal-de-meio-ambiente-tres-lagoas-ms.Acessado em: Set de 2018.

TRÊS LAGOAS. Lei Municipal n° 2298 de 18 de novembro de 2008. Dispõe sobre o Sistema de Licenciamento Ambiental – SILAM, cria o Fundo Municipal de Meio Ambiente – FMMA e dá outras providências. Disponível em: https://leismunicipais.com.br/a1/ms/t/tres-lagoas/lei-ordinaria/2008/230/2298/lei-ordinaria-n-2298-2008. Acessado em: Set de 2018.

UHLANER, L. M.; BERENT-BRAUN, M. M.; JEURISSEN, R. J. M.; WIT, G. Beyond Size: Predicting Engagement in Environmental Management Practices of Dutch SMEs. Journal of Business Ethics. v. 109, n. 4, p. 411-429, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.