Currículo e Educação Linguística: Propostas para a Língua Japonesa no Ensino Fundamental - Anos Iniciais

  • Antonio Marcos Bueno da Silva Junior Fundação Japão em São Paulo
  • Ana Clara Hanae Kakinohana Pires
  • Priscila Yamaguchi Leal
Palavras-chave: Can-do para Crianças, Currículo, Ensino Fundamental - Anos Iniciais, Japonês como Língua Estrangeira

Resumo

O objetivo deste texto é compartilhar e pensar sobre o espaço da língua japonesa no Ensino Fundamental - Anos Iniciais. Apresentamos nossas inquietações sobre o tema, assim como propostas que nos guiaram ao pensar no ensino-aprendizagem do japonês na escola regular. Baseados em uma perspectiva crítica e transformadora, apresentamos e discutimos o conceito do Can-do para Crianças e como esse conceito nos guiou na elaboração do currículo de japonês. Após os desafios e questionamentos que nos estimularam a pensar neste projeto, finalizamos este artigo expondo como o Can-do para Crianças foi importante para organizarmos as ideias e as fundamentações teóricas discutidas, apontando para a potência que o conceito tem de abrir espaço para que pensarmos em um ensino mais crítico e que atenda às necessidades dos contextos em que estamos inseridos

Biografia do Autor

Antonio Marcos Bueno da Silva Junior, Fundação Japão em São Paulo

Possui Licenciatura em Letras (Português/Japonês) pela Universidade Estadual Paulista - Unesp (2016) e Aperfeiçoamento em Ensino de Língua Japonesa e Cultura pela Japan Foundation (2021). Foi professor bolsista de Português para Estrangeiros (2014-2015) e professor de Japonês (2011-2015) do Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores (CLDP) da Unesp/Assis, onde também desenvolveu pesquisas relacionadas ao ensino-aprendizagem de línguas estrangeiras. Realizou, também, projeto de Iniciação Científica Sem Bolsa (ISB-Prope/Unesp/2015) na área de Teoria Literária com ênfase em literatura contemporânea japonesa. Possui experiência no ensino regular, tendo atuado no ensino infantil, fundamental e ensino médio, bem como em cursos livres. Atualmente é professor do Curso de Japonês da Fundação Japão em São Paulo (FJSP) e tem trabalhado com projetos relacionados a interculturalidade, multimodalidade, letramento crítico e formação de professores.

Referências

BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR. A etapa do ensino fundamental: área de linguagens. Ministério da Educação: Brasília, 2017, p. 57-65.
BORTONI-RICARDO, Stella Maris. O professor pesquisador: Introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Editora Parábola, 2008.
COPE, Bill e KALANTZIS, Mary. Pedagogy and curriculum. In; New Learning: elements of a science of education. Australia: Cambrigde University Press, 2008, p. 19-209 .
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 57 ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2018.
FUNDAÇÃO JAPÃO. Ensino de língua japonesa: ensino fundamental, médio e superior. 2017.
JAPAN FOUNDATION. JF Nihongo Kyooiku Sutandaado. Shinban: Riyoosha no tame no gaido bukku. Japan: NihongoKokusai Setaa. 85p. 2017. Disponível em: . Acesso em: janeiro 2021.
JORDÃO, Clarissa Menezes. Abordagem comunicativa, pedagogia crítica e letramento crítico – farinhas do mesmo saco? In: ROCHA, C. H; FRANCO MACIEL, R. (Orgs.). Língua estrangeira e formação cidadã: por entre discursos e práticas. Campinas: Pontes Editora, , 2015. MARTINEZ, Juliana Zeggio. Uma leitura sobre concepções de língua e educação profissional de professores de Língua Inglesa. Dissertação de Mestrado. Curitiba: UFPR. 154p. 2007.
NAKAJIMA, Eriko & SUENAGA, Sandra. Burajiru Shotokyooiku no "Kodomo Can-do" - "Hito wo sodateru" nihongo kyooiku wo mezashite. In: The Japan Foundation Japanese-Language Education Bulletin - Vol. 14: Japão, 2018a. p. 19-34. Disponível em: . Acesso em: janeiro 2021.
NAKAJIMA, Eriko & SUENAGA, Sandra. Burajiru deno "Kodomo Can-do" Kaihatsu no torikumi. In: Nihongo Kyooiku Tsuushin Nihongo Kyooiku repooto Dai 36 kai. 2018b. Disponível em: . Acesso em: janeiro 2021.
Projeto Político Pedagógico do Colégio Marupiara, 1999.
ROCHA, Claudia Hilsdorf. Reflexões e propostas sobre língua estrangeira no ensino fundamental 1 – Plurilinguismo, multiletramentos e transculturalidade. Campinas: Pontes Editora, 2012.
ROCHA, Claudia Hilsdorf. O ensino de línguas para crianças: refletindo sobre princípios e práticas. In: ROCHA, Claudia Hilsdorf; BASSO, Edcleia Aparecida (Orgs.). Ensinar e aprender língua estrangeira nas diferentes idades: reflexões para professores e formadores. Campina: Pontes Editores, 2020, p. 21-48.
SUENAGA, Sandra Terumi e NAKAJIMA, Eriko. Aula experimental utilizando "Can-do para crianças". In: AKAMINE, Ayako; NAGAE, Neide (Orgs.). Estudos japoneses em foco: singularidades e trajetórias contemporâneas. São Paulo: FFLCH/USP, 2020, p. 466-481. Disponível em: . Acesso em: janeiro 2021.
TANAKA, Edna. O ensino de língua japonesa para o ensino fundamental I: discussões sobre teorias e práticas. In: Anais: “Simpósio sobre o ensino de língua japonesa na América do Sul 2017: A situação atual e o futuro do ensino de japonês na América do Sul – o potencial da sociedade nikkei ”. Fundação Japão em São Paulo: SP, 2017, p. 208-212.. Disponível em: . Acesso em: janeiro 2021.
TILIO, Rogério. Repensando a abordagem comunicativa: multiletramentos em uma abordagem consciente e conscientizadora. In: ROCHA, C. H.; FRANCO MACIEL, R. (Orgs.) Língua estrangeira e formação cidadã: por entre discursos e práticas. Campinas: Pontes Editora,2015, p. 51-67.
Publicado
2022-06-03