EXPERIÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO EM ATIVIDADES COMUNITÁRIAS: O OLHAR DO JOVEM

  • Julia Shellard Corrêa Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP
  • Heloisa Szymanski Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP
Palavras-chave: Participação Social, Juventude

Resumo

O objetivo geral da pesquisa apresentada neste artigo foi o de investigar como dois jovens de uma comunidade da Zona Norte de São Paulo que participam de atividades comunitárias compreenderam sua experiência de participação. O objetivo específico foi o de entender o que convocou os jovens a participar. A concepção de participação foi fundamentada no pensamento de Paulo Freire. O procedimento utilizado foi o da entrevista reflexiva individual e a análise apontou que os participantes, ao longo de suas vidas tiveram experiências de uso e envolvimento com diferentes espaços comunitários, tendo sido vistos como corresponsáveis pela transformação da realidade histórica e cultural da comunidade. Na fala dos entrevistados surgiram diferentes compreensões de participação, como ajuda e colaboração. A partir desses relatos, concluiu-se que participar de atividades comunitárias é parte de uma história e de experiências de participação na e com a comunidade. 

Biografia do Autor

Julia Shellard Corrêa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e mestrado em Educação (Psicologia da Educação), pela PUC/SP (2013). Atualmente é Psicóloga do SESI/SP, no Projeto Vira Vida. Tem experiência na área de Psicologia, Psicologia Comunitária, Psicologia Social e Assistência Social, atuando principalmente nos seguintes temas: saúde mental, família, criança, adolescente e juventude.
Heloisa Szymanski, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP
ELOISA SZYMANSKI CONCLUIU O DOUTORADO EM EDUCACAO (PSICOLOGIA DA EDUCACAO) PELA PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATOLICA DE SAO PAULO EM 1988. ATUALMENTE E PROFESSOR TITULAR DA PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATOLICA DE SAO PAULO. PUBLICOU 18 ARTIGOS EM PERIODICOS ESPECIALIZADOS E 38 TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS. POSSUI 11 CAPITULOS DE LIVROS E 3 LIVROS PUBLICADOS. POSSUI 38 ITENS DE PRODUCAO TECNICA. PARTICIPOU DE 4 EVENTOS NO EXTERIOR E 40 NO BRASIL. ORIENTOU 33 DISSERTACOES DE MESTRADO E 10 TESES DE DOUTORADO, ALEM DE TER ORIENTADO 13 TRABALHOS DE INICIACAO CIENTIFICA NAS AREAS DE EDUCACAO E PSICOLOGIA. RECEBEU 1 PREMIO E/OU HOMENAGEM. ATUALMENTE COORDENA 1 PROJETO DE PESQUISA. ATUA NA AREA DE EDUCACAO, COM ENFASE EM PSICOLOGIA EDUCACIONAL. EM SUAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS INTERAGIU COM 43 COLABORADORES EM CO-AUTORIAS DE TRABALHOS CIENTIFICOS. EM SEU CURRICULO LATTES OS TERMOS MAIS FREQUENTES NA CONTEXTUALIZACAO DA PRODUCAO CIENTIFICA, TECNOLOGICA E ARTISTICO-CULTURAL SAO: FAMILIA, FAMILIA, FENOMENOLOGIA, PESQUISA INTERVENCAO, IDENTIDADE, PSICOLOGIA DA EDUCACAO, FAMILIA E EDUCACAO, PRATICAS EDUCATIVAS, ATENCAO PSICOEDUCACIONAL E CRECHE.
Publicado
2016-01-04
Seção
Artigos