AMOR E GÊNERO NA LITERATURA ROMANA: Uma abordagem do Satyricon de Petrônio e suas representações

CAROLINE OLIVEIRA LIMA

Resumo


 

Este artigo visa a analisar aspectos sobre as relações amorosas e de gênero na literatura romana, a partir de uma abordagem do texto literário Satyricon, de Petrônio. Buscaremos também refletir sobre os significados, presentes na narrativa em relação aos conceitos "homem" e "mulher", muitas vezes estereotipados ao longo da história. Questionamentos sociais e culturais sobre a Antiguidade Clássica, mais especificamente sobre o Principado Romano, serão abrangidos numa série de hipóteses e informações sobre as funções que os textos literários desempenhariam na vida "cotidiana" da sociedade romana, em nosso caso, abordando a obra literária Satyricon, de Petrônio. Acreditamos que o poeta, sendo um membro da sociedade e exercendo papel social e histórico, no momento em que "pinta" seu quadro literário, traz à luz sua realidade social. O presente estudo visa, portanto, a abordar a intersecção dos estudos que foram e estão sendo realizados em relação ao tema do amor e as relações de gênero, ressaltando como os referidos temas estão sendo tratados na historiografia brasileira.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.