A TRANSPOSIÇÃO DO CONTO A PRINCESA E A ERVILHA, DE HANS CHRISTIAN ANDERSEN, PARA O EPISÓDIO HOMÔNIMO, DE SHELLEY DUVALL

Lemuel de Faria Diniz

Resumo


 Resumo:

O objetivo deste trabalho é estabelecer uma comparação entre o texto A princesa e a ervilha, conto de fadas publicado em 1835, por Hans Christian Andersen, considerado o “pai da literatura infanto-juvenil”, e o episódio homônimo da série televisiva organizada por Shelley Duvall em 1984. Com o apoio das reflexões de Peter Hunt (2014), Sonia Salomão Khéde (1986), Renata Pallottini (2012), entre outros, observa-se como se dá a referida transposição.

Palavras-chave: Conto de fadas. Transposição. Princesa.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSEN, Hans Christian. A princesa e a ervilha. Disponível em: . Acesso em 04 maio 2014.

A Princesa e a Ervilha – Contos de Fada (Dublado e Completo). Shelley Duvall. TV Cultura. 1984. Disponível em: . Acesso em 04 maio 2014.

GANCHO, Cândida Vilares. Como analisar narrativas. 7. ed. São Paulo: Ática, 2001. (Série Princípios; 207).

GRIMM Party – Faerie Tale Theatre (0:04:42 à 0:05:57). Shelley Duvall. Showtime Networks. 1985. Disponível em: . Acesso em 04 maio 2014.

HUNT, Peter. Crítica, teoria e literatura infantil. Tradução Cid Knipel. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

KHÉDE, Sonia Salomão. Personagens da literatura infanto-juvenil. São Paulo: Ática, 1986. (Série Princípios; 61).

LAJOLO, Marisa; ZILBERMAN, Regina. Literatura Infantil Brasileira. História & Histórias. São Paulo: Ática, s.d.

MACHADO, Arlindo. A televisão levada a sério. 5. ed. São Paulo: SENAC, 2009.

MEIRELES, Cecília. Problemas da Literatura Infantil. São Paulo: Summus, 1979.

PALO, Maria José; OLIVEIRA, Maria Rosa. Literatura Infantil. Voz de Criança. São Paulo: Ática, 1992.

PALLOTTINI, Renata. Dramaturgia de televisão. São Paulo: Perspectiva, 2012.

PEREIRA, Ana Paula. Windows Movie Maker: efeito fade in. Curitiba: Tec Mundo, 2009. Disponível em: . Acesso em 02 maio 2014.

SCLIAR, Moacyr. O texto, ou: a vida: uma trajetória literária. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007. p. 9-10.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.