LÉA SILVEIRA: OLHAR MICROSCÓPICO

Palavras-chave: Léa Silveira. Psicanálise. Jacques Lacan. Método microscópico.

Resumo

À contrapelo de uma “natureza” colonizada, como é a brasileira, e de uma história tecida pelas linhas de pensadores homens, analisar a trajetória de pesquisadoras do país é um apelo ao reconhecimento do que elas realizaram. Todavia, observar o conjunto de uma obra não é apenas ato político. Trata-se também de contribuir para a pluralidade do tecido simbólico que compõe o repertório intelectual brasileiro. Sobre esse horizonte apresentou-se no I Encontro GEPEF parte da obra de Léa Silveira. Sua complexidade a coloca ao lado da produção de “grandes autores (as)”. Léa Silveira reúne, a um só tempo, a análise estrutural de textos consagrados e a originalidade de seu pensamento. Esses dois componentes perfilam-se em seu método microscópico. O artigo contempla a primeira fase de sua produção, até incursões feministas. Veremos que ela alcança sua autoria na intersecção da filosofia com a psicanálise, observando os limites epistemológicos do ensino lacaniano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Affortunati Martins, Universidade Federal de São Paulo

Psicanalista, Doutora em Psicologia Social e do Trabalho pela Universidade de São Paulo (Bolsa Capes - USP/2015) com período sanduíche na Alemanha-Berlim (ZfL), Mestre em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica (Bolsa Capes - PUC-SP/2004), Formada em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP/2007) e em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP/1999). Em sua pesquisa de pós-doutorado pela FFLCH-USP e pela Birkbeck, University of London (bolsa FAPESP) dedicou-se ao estudo da categoria de estrangeiro em Freud e Walter Benjamin. Atualmente é pesquisadora na Cátedra Edward Said (UNIFESP), onde ainda estuda a categoria de estrangeiro a partir de perspectivas decoloniais. Tal pesquisa, centrada nessa categoria teórico-clínica não-identitária - o estrangeiro -, tem orientado atendimentos em grupo e individuais realizados pelo Projeto Causdequê? (Casa do Adolescente-SUS), voltados atualmente para questões de classe, gênero e raça. É membra do GT de Filosofia da Psicanálise da ANPOF e do GEPEF (Grupo de Estudos, Pesquisas e Escritas Feministas)

Referências

ARANTES, Paulo Eduardo. Timidez da Filosofia. Discurso, [S. l.], n. 17, 1988. pp. 45-56, set. 1988. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2021.

LACAN, Jaques. (1964). O seminário livro 11: os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

LACAN, Jacques. (1960a). Subversão do sujeito e dialética do desejo no inconsciente freudiano. In: LACAN, Jacques. Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. pp. 807-842.

LACAN, Jacques. (1958). A significação do falo. In: LACAN, Jacques. Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. pp. 692-703.

LACAN, Jacques. (1960b). Diretrizes para um congresso sobre a sexualidade feminina. In: LACAN, Jacques. Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. pp. 734-745.

LACAN, Jacques. (1957-1958). Le séminaire, livre V: Les formations de l’inconscient. Paris: Éditions du Seuil, 1998.

LACAN, Jacques. (1962-1963). O seminário, livro 10: A angústia. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

MARTINS, Alessandra Affortunati; SILVEIRA, Léa. (org.). Freud e o patriarcado. São Paulo: Hedra, 2020.

NOBRE, Marcos; REGO, José Marcio. Conversas com filósofos brasileiros. São Paulo: Editora 34, 2000.

SALES, Léa Silveira. Determinação versus subjetividade: apropriação e ultrapassagem do estruturalismo pela psicanálise lacaniana. São Carlos. 348 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas). Universidade Federal de São Carlos, 2007.

SALES, Léa Silveira. Linguagem no Discurso de Roma: programa de leitura da psicanálise. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 20, n. 1, 2004. p. 49-58, jan./abril 2004. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2021.

SILVEIRA, Léa. Assim é a mulher por trás de seu véu? Questionamento sobre o lugar do significante falo na fala de mulheres leitoras dos Escritos. Lacuna: uma revista de psicanálise, São Paulo, n. 3, 2017. p. 8, 28 abril 2017. Disponível em: <https://revistalacuna.com/2017/04/28/n3-08/>. Acesso em: 12 mai. 2021.

Publicado
2021-10-22
Como Citar
Affortunati Martins, A. (2021). LÉA SILVEIRA: OLHAR MICROSCÓPICO. Eleuthería - Revista Do Curso De Filosofia Da UFMS, 6(Especial), 375 - 384. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/reveleu/article/view/13114
Seção
Ensaios