A presença de construtoras brasileiras no Peru nos governos de Fernando Henrique Cardoso e Lula (1995-2010): aproximações e conflitos

  • Fabio Borges UNILA
  • Shyrley Tatiana Peña Aymara UNILA

Resumo

Esse artigo buscará analisar a grande expansão das três maiores empreiteiras brasileiras (Norberto Odebrecht; Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez) no Peru nos governos de Fernando Henrique Cardoso e Lula (1995-2010). Esse período foi caracterizado pela proposta da Iniciativa de Integração da Infraestrutura Regional Sul-americana (IIRSA) em 2000, na primeira reunião da história reunindo apenas presidentes da América do Sul. A prioridade na integração regional para o Brasil e, especificamente a proposta da IIRSA nesse período, abriram espaço para grande expansão das construtoras brasileiras no Peru. O objetivo central desse trabalho será avaliar as principais obras dessas empresas no país vizinho e verificar as potencialidades e conflitos resultantes da integração física entre Brasil e Peru, com especial atenção aos impactos ambientais e sociais resultantes da mesma.
Publicado
2015-07-15
Seção
A INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA: História, Política, economia e Meio Ambiente / vol. 01, n. 01 - jan./jun - 2015