INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO (ITU) NA GESTAÇÃO:

DEFICIÊNCIAS MÚLTIPLAS X ABORTO

  • Dulci Fonseca VAGENAS Universidade Paulista - UNIP
Palavras-chave: Infecção do trato urinário, Gestação, Deficiências múltiplas, Paralisia Cerebral.

Resumo

Objetivo: O objetivo principal foi realizar um levantamento entre mães de assistidos pela Instituição Rainha da Paz, quanto à ocorrência de Infecção do Trato Urinário (ITU) durante a gestação, e avaliar a possibilidade de correlacionar a ITU a alguma deficiência. Métodos: O levantamento foi realizado através da aplicação de um questionário aprovado pelo comitê de ética e consultas à prontuários, em 107 mães de crianças com deficiências múltiplas. Resultados: Dos 107 dados obtidos, 69 foram através da aplicação de questionário e 38 através de consulta à prontuários. Das 107 mães consultadas 74 (69,15%) tiveram ITU na gestação e 33 (30,84%) não tiveram. Dessas 107 mães, 75 (70%) tem filhos com o diagnóstico de paralisia cerebral (PC) e 32 tem filhos com outros diagnósticos. Das 75 mães que tem filhos com PC, 51(68%) tiveram ITU durante a gestação do filho com PC e 24 (32%) não tiveram. Foi observado entre essas mães que 3 (2,80%) delas tiveram aborto espontâneo enquanto estavam com ITU. Considerações finais: O levantamento realizado nesse trabalho mostrou mais uma vez que as ITUs em mulheres gestantes são comuns e graves, a alta incidência de ITUs em gestantes indica a necessidade de acompanhamento durante toda a gestação.

Biografia do Autor

Dulci Fonseca VAGENAS, Universidade Paulista - UNIP
ICS, área genetica humana

Referências

Mata, K. S., Santos, A. A., Silva, J. M., Holanda, J. B., & Silva, F. C. Complicações Causadas Pela Infecção do Trato Urinário na Gestação. Revista Espaço Para a Saúde. 2014; 15 (4), 57-63.

Pagnonceli, J., Abegg, M. A., & Colacite, J. Avaliação de Infecção Urinária em Gestantes do Município de Marechal Cândido Rondon – PR. Arq. Ciênc. Saúde UNIPAR . 2010; 14 (3), 211-216.

Borges, A. A., Magalhães, l. G., Jabur, A. P., & Cardoso, A. M. Infecção urinária em gestantes atendidas em um laboratório clínico de goiânia-go entre 2012 e 2013. Estudos. Jul/Set de 2014; 3, pp. 637-648.

Fernandes, F. A., Oliveira, C. N., Souza, C. L., & Oliveira, M. V. Relevância do Diagnóstico e Tratamento da Infecção do Trato Urinário em Gestantes: uma revisão da literatura. C&D - Revista Eletrônica da Fainor. 2015; 8 (1), 54-70.

Duarte, G., Marcolin, A. C., Quintana, S. M., & Cavalli, R. C. Infecção Urinária na Gravidez. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. 2008; 30 (2), 93- 100.

Hackenhaar, A. A., & Alberaz, E. P. Prevalência e Fatores Associados à Internação Hospitalar Para Tratamento da Infecção do Trato Urinário Durante a Gestação. Rev Bras Ginecol Obstet. 2013; 35 (5), 199-204.

Ramos, G. C., Laurentino, A. P., Fochesatto, S., Francisquetti, F. A., & Rodrigues, A. D. Prevalência de Infecção do Trato Urinário em Gestantes em Uma Cidade no Sul do Brasil. Santa Maria. Jan/Jun de 2016; 1, pp. 173-178.

Figueiredo, A., Gomes, G., & Campos, A. Infecções Irinárias e Gravidez - Diagnóstico, Terapêutica e Prevenção. Acta Obstet Ginecol Port. 2012; 6 (3), 124-133.

Salcedo, M. d., Beitune, P. E., Salis, M. F., Jiménez, M. F., & Ayub, A. C. Infecção Urinária na Gestação. RBM Revista Brasileira de Medicina. 2010; 67 (8), 270-273.

Lopes, H. V. Diagnóstico das infecções do trato urinário. Assoc Med Bra. 2005; 51(6): 301-12

Roriz-Filho JS, V. F. Infecção do trato Urinário. Simpósio: Condutas em enfermaria de clínica médica de hospital de média complexidade - Parte 1 Capítulo III. 2010; 43 (2) , 118-25.

Rodrigues, F. J., & barroso, A. P. Etiologia e sensibilidade bacteriana em infecções do tracto urinário. Revista Portuguesa de Saúde Pública. 2011; 29 (2), 123-131.

Vetorre, M. V., Dias, M., Vetorre, M. V., & leal, M. D. Avaliação do manejo da infecção urinária no pré-natal em gestantes do Sistema Único de Saúde no município do Rio de Janeir. Rev Bras Epidemiol. 2013; 16 (2), 338-51.

Rabello RAA, C. L. Caracterização do perfil de resistência à fluoroquinilonas. Rev Bras Anal Clin. 2011; 43 (2).

Oliveira, R. A., ribeiro, E. A., Gomes, M. C., Coelho, D. D., & tomich, G. M. Perfil de suscetibilidade de uropatógenos em gestantes atendidas em um hospital no sudeste do Estado do Pará, Brasil. Rev Pan-Amaz Saude. 2016; 7 (3), 43-50

Silva, P. G., Vilar, M. S., Vilar, D. d., & Confessor, M. V. Fitoterapia aplicada à pacientes com infecção urinária. II conbrasis. 2017;

Tavares, I. V.-B., & SÁ, A. B. Perfil de prescrição de antimicrobianos para as infecções do tracto urinário nos cuidados de saúde primários. Rev Port Med Geral Fam. 2014; 85-100.

Oliveira, A. L., Soares, M. M., Santos, T. C., & Santos, A. D. Mecanismos de resistência bacteriana a antibióticos na infecção urinária. Revista UNINGÁ. 2014; 20 (3), 65-71.

Mazzer, M., & Silva, j. O. Causas e riscos de infecção urinária em gestantes. Revista Multidisciplinar da Saúde. 2010; 62-70.

Publicado
2020-05-01