DIAGNÓSTICO DE COMPETÊNCIAS DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR DE NAVIRAÍ: compreendendo o papel e as contribuições do ensino superior para o desenvolvimento de Naviraí-MS e microrregião

  • Gesiane da Silva Gomes Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campus de Naviraí (CPNV)
  • Marco Antonio Costa da Silva Doutor em Administração (UNINOVE) Professor e Coordenador de Administração (UFMS/CPNV)

Resumo

Esta pesquisa, em andamento, está sendo realizada como atividade do “Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica” (PIBIC), sendo parte integrante do Projeto de Pesquisa “Desenvolvimento Local: análise das potencialidades de Naviraí-MS e Região”, pertencente ao “Núcleo de Pesquisa em gestão, desenvolvimento e inovação” (NGDI), do Curso de Administração da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campus de Naviraí (CPNV), cujo objetivo principal está voltado para o diagnóstico das características e potencialidades de desenvolvimento local e regional.

Nos discursos oficiais do poder público municipal da cidade de Naviraí-MS, bem como do Consórcio Intermunicipal para o desenvolvimento da Região Cone Sul de Mato Grosso do Sul (CONISUL), do qual fazem parte 13 municípios localizados no sul do Estado de Mato Grosso do Sul, tem sido recorrente enfatizado que a cidade de Naviraí pode se transformar em um grande polo de educação superior, quer seja pelas instituições de ensino superior e cursos de graduação e pós-graduação que já estão instaladas na cidade,  ou ainda, pelas IES e cursos que o poder público e sociedade estão trabalhando para que se implante na cidade, sendo muito citado a necessidade do curso de medicina e de algumas engenharias.

Uma questão importante que se constata nos esforços do município de Naviraí e no CONISUL é a preocupação em construir uma base de desenvolvimento local e regional que esteja alicerçada em uma perspectiva participativa e integradora por parte dos municípios. Trata-se de um modelo de desenvolvimento chamado de endogeneização, onde a força motriz para o desenvolvimento econômico, cultural, político e social deve ser interna e surgir a partir de uma perspectiva coletiva que integra, em torno de problemas, oportunidades e decisões, todos os atores que compõe a sociedade civil organizada (CABUGUEIRA, 2000; AMARAL FILHO, 2001; MULS, 2008).

Ávila (2000) explica que no desenvolvimento local a própria comunidade vai desabrochar “suas capacidades, competências e habilidades de agenciamento e gestão das próprias condições e qualidade de vida, metabolizando comunitariamente as participações efetivamente contributivas de quaisquer agentes externos” (p. 69). Nesse contexto, um problema importante que precisa ser mais investigado é o da participação dos atores sociais nesse processo, mais especificamente nesta pesquisa, o objetivo é se debruçar sobre o papel das instituições de ensino superior e suas contribuições em termos papel a desempenhar e de competências para o desenvolvimento local e regional dos territórios onde estão localizadas.

A literatura sobre a importância que as universidades têm para o desenvolvimento local e regional é rica, contudo, a maior parte das pesquisas estão diretamente relacionadas aos fatores chamados de “multiplicadores” tratando apenas dos impactos que a própria universidade, seus professores, técnicos, alunos e outros envolvidos são capazes gerar, sobretudo em suas relações com o mercado local de consumo, habitação e serviços (GUERREIRO, 2006; FERNANDES, 2007). Em uma perspectiva mais recente, que considera a complexidade do contexto político, social, cultural e econômico, a universidade assume papeis mais variados e complexos que precisam ser investigados (GUERREIRO, 2006).

            A pesquisa terá abordagem qualitativa com a aplicação de diferentes procedimentos metodológicos (YIN, 2010; GODOY, 2006; ROESCH, 2009; VIANNA, 2001; FALCÃO VIEIRA, 2004), sendo eles o estudo de casos múltiplos (YIN, 2010; GODOY, 2006; 2006a). Os casos que comporão a amostra desta pesquisa são as instituições de ensino instaladas no munícipio de Naviraí, a saber: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Câmpus de Naviraí (UFMS-CPNV); Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, Câmpus de Naviraí (IEF-MS), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Campus de Naviraí (UEMS), Faculdades Integradas de Naviraí (FINAV) e três instituições que oferecem formação superior com a modalidade de Ensino a Distância (EAD) com polo instalado na cidade de Naviraí. Os dados da pesquisa empírica serão coletados a partir de dois instrumentos: 1) entrevista em profundidade e; 2) documentos. Os sujeitos da pesquisa serão os diretores das instituições ou cargo correspondente e os coordenadores de curso dessas instituições. A análise dos dados empíricos ocorrerá com aplicação da técnica de análise de conteúdo (ROESCH, 2009; VIANNA, 2001). 

            Espera-se que a realização da pesquisa ofereça como resultado um diagnóstico preciso dos campos de atuação e competências que as instituições de ensino superior de Naviraí possuem, permitindo aos atores da cidade de Naviraí e microrregião maior clareza sobre as competências instaladas nas IES e como essas podem servir aos projetos de desenvolvimento local e regional.

 

REFERÊNCIAS

 

AMARAL FILHO, J. A endogeneização no desenvolvimento econômico regional e local. Ipea. Planejamento e Políticas Públicas (ppp), 23, 261-286, 2001.

AVILA, Vicente Fideles de. Pressupostos para Formação Educacional em Desenvolvimento Local. INTERAÇÕES, Revista Internacional de Desenvolvimento Local. Vol. 1, N. 1, p. 63-76, Set. 2000.

CABUGUEIRA, A. C. C. M. Do desenvolvimento regional ao desenvolvimento local: análise de alguns aspectos de política econômica regional. Gestão e Desenvolvimento, 9, 103-136, 2000.

FERNANDES, Ruben Gabriel Teixeira. Impactos Locais e Regionais da Universidade do Porto. Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Dissertação de Mestrado, 2007.

GODOY, A. S. Estudo de caso qualitativo. In: GODOY, C. K., BANDEIRA-DE-MELLO, R. SILVA, A. B. (org.) Pesquisa Qualitativa em Estudos Organizacionais: Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Saraiva, 2006. p. 115-146.

GODOY, C. K., MATTOS, P. L. C. L. Entrevista qualitativa: instrumento de pesquisa e Evento Dialógico. In: GODOY, C. K., BANDEIRA-DE-MELLO, R. SILVA, A. B. (org) Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Saraiva, 2006. p. 301-323.

GUERREIRO, J. As funções da Universidade no âmbito dos sistemas de inovação. Sociedade e Trabalho, Nº 28, pp. 51-61, 2006.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2015). Cidades@. Disponível em: ttp://cidades.ibge.gov.br/. Acesso em: 06 de março de 2017.

MULS, L. M. Desenvolvimento Local, Espaço e Território: o conceito de Capital Social e a importância da formação de redes entre organismos e instituições locais. Revista EconomiA, 1-21, 2008.

OLIVEIRA, Gilson Batista de; LIMA, José Edimilson de Souza. Elementos endógenos do desenvolvimento regional: considerações sobre o papel da sociedade local no processo de desenvolvimento sustentável. Rev. FAE, Curitiba, v.6, n.2, p.29-37, maio/dez. 2003.

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio e de pesquisa em administração: guia para estágio, trabalhos de conclusão de curso, dissertações e estudos de casos. 3 ed, São Paulo: Atlas, 2009.

VIANNA, Ilca de Oliveira de A. Metodologia do trabalho científico: um enfoque didático da produção científica. São Paulo: E.P.U., 2001.

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

 

 

Biografia do Autor

Gesiane da Silva Gomes, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Campus de Naviraí (CPNV)
Graduanda do curso de administração da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, do Campus de Naviraí-MS
Publicado
2017-10-03