REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA E A INSEGURANÇA DO TRABALHO: O PROCESSO DE RELOCALIZAÇÃO INDUSTRIAL NA REGIÃO DO VALE DO PARAÍBA PAULISTA

  • Ítalo Franco Ribeiro

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apontar as transformações do emprego fabril promovidas pelo conjunto de atividades produtivas do setor da indústria de transformação na região do Vale do Paraíba paulista, localizada entre as duas principais regiões metropolitanas do Brasil – São Paulo/Rio de Janeiro –, sobretudo, tendo como ponto de partida, o movimento de relocalização de suas atividades no âmbito do Estado de São Paulo. A industrialização do interior paulista e a redefinição no emprego industrial aqui estudada é expressão de um processo maior que se efetiva em diferentes escalas, conjugando diversos agentes, e atua de forma imperativa nos novos espaços da produção industrial, principalmente, por intermédio do discurso de progresso, modernidade, geração de renda e receita para os municípios interioranos. Portanto, os argumentos aqui arrolados terão como base a análise de dados disponibilizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego/MTE (RAIS – Relação Anual de Informações Sociais) acerca das atividades do setor industrial com recorte centrado nas transformações do emprego nas atividades de produção ligado à indústria de transformação.
Publicado
2013-05-01
Seção
Artigos