OS ASSENTAMENTOS RURAIS EM CÁCERES/MT: espaço de vida e luta camponesa

Tânia Paula da Silva, Rosemeire A. de Almeida, Mieceslau Kudlavicz

Resumo


No Brasil, a discussão sobre a organização econômica e social nos assentamentos rurais tem sido objeto de preocupações de vários segmentos e atores sociais, governamentais ou não. Os assentamentos têm sido vistos como fenômenos sociais importantes, surgidos na década de 1990, pela potencialidade que possuem de contribuir para gerar emprego e renda e solucionar os problemas relacionados à pobreza e à exclusão social. Portanto, neste artigo procuramos analisar os assentamentos rurais no município de Cáceres/MT, buscando compreender se a agricultura camponesa tem proporcionado desenvolvimento socioeconômico para as famílias assentadas em Mato Grosso permanecer na terra conquistada. Para obter dados acerca da questão socioeconômica dos assentados e da infra-estrutura dos assentamentos, a conversa informal e a pesquisa in loco com questões abertas e fechadas foram essenciais, no sentido de registrar o modo de vida dos camponeses e a caracterização socioeconômica das famílias referentes ao tipo de produção e trabalho no lote. A pesquisa evidenciou que nos assentamentosem Cáceres/MT as famílias trabalham a terra de forma individual/familiar, sendo a pecuária leiteira a principal atividade econômica desenvolvida pelas famílias para se manter na terra conquistada. Além disso, os resultados indicam que a conquista da terra para as famílias assentadas significou uma melhoria importante em suas condições de vida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

  Creative Commons License  Este trabalho está licenciado sob uma Licença Internacional Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0