ARENIZAÇÃO E MONOCULTURA DO EUCALIPTO NO SUDOESTE (SW) DO RIO GRANDE DO SUL

  • Dirce Maria Antunes Suertegaray
  • Luiz Alberto Morelli

Resumo

O presente texto tem como objetivo contribuir com o debate relativo a monocultura do eucalipto em território brasileiro. Organizamos as informações em quatro etapas, a primeira consiste numa breve caracterização das áreas no Sudoeste (SW) do Rio Grande do Sul, suscetíveis a arenização e, hoje, objeto de mudança na matriz econômica através do plantio do eucalipto. Na segunda etapa, apresentamos um conjunto de dados referentes a produção de eucalipto e celulose em escala internacional. Na terceira, explicitamos os agentes envolvidos na discussão socioambiental e promotores, pelo embate estabelecido, de conflitos, na medida em que expõem ao debate, dois projetos diferenciados em relação ao uso e apropriação da terra. Ao final, explicitamos o debate que se estabeleceu entre esses diferentes agentes, a partir da elaboração do Zoneamento Ambiental para a Silviculltura elaborado pela FEPAM (Fundação Estadual de proteção Ambiental) indicando, esse conflito, a constituição, no campo econômico, de um processo de oligopolização.
Publicado
2011-11-01
Seção
Artigos