CONDIÇÕES GERAIS DE PRODUÇÃO, ATRAÇÃO DE NOVOS INVESTIMENTOS EMPRESARIAIS INDUSTRIAIS: REFLEXÕES SOBRE O MUNICÍPIO DE UBERABA – MG

  • Maria Terezinha Serafim Gomes Departamento de Geografia da UNESP - Presidente Prudente - SP

Resumo

As cidades médias têm sidolugaresalternativospara o processo de desconcentração econômica e industrial, por apresentarem condições gerais de produção que favorecem ainstalaçãodosnovoscapitaisprodutivos, ou seja, elas possuem vantagens aglutinadoras, capazes de atender a demanda para a reprodução do capital, contrapondo-se aos efeitos negativos das “deseconomias de aglomeração” frequentes nas grandes metrópoles. É nesse cenário que se insere a discussão sobre as condições gerais de produção e a atração de novos investimentos empresariais. Este trabalho tem o propósito de buscar compreender a atração de novos investimentos empresariais, tendo como referência de análise o município de Uberaba, na região do Triângulo Mineiro, Estado de Minas Gerais.

Referências

BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. Bases Estatísticas. RAIS: Relação anual de informações sociais. Disponível em: http://www.mte.gov.br/ Acesso em: 6 jul 2017.

CLEPS JR., J. Concentração de poder no Agronegócio e (des) territorialização: os impactos da expansão recente do capital sucroalcooleiro no Triângulo Mineiro. Uberlândia. Caminhos da Geografia, 31 (10), p.249 – 264, 2009.

FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Disponível em: http://www.fjp.mg.gov.br/. Acesso em: 6 jul. 2017.

GOMES, M. T. S. et al. Relatório de Pesquisa FAPEMIG UFTM (Dados de Campo,2013)- dados da pesquisa intitulado: Dinâmica econômica, cidades médias e interações espaciais, FAPEMIG. Uberaba:UFTM, 2013.

GOMES, M. T. S. et al. Relatório de Pesquisa CNPQ (2013-2016)- dados da pesquisa intitulada: Dinâmica Urbana, cidades médias e agentes econômicos, CNPQ, Presidente Prudente, 2017.

GOMES, M.T.S. O padrão locacional de empresas industriais na região Oeste Paulista. Revista GeoUECE - Programa de Pós-Graduação em Geografia da UECE Fortaleza/CE, v.2, nº3, p.98-117, jul./dez. 2013a. Disponível em: http://seer.uece.br/geouece. Acesso em: 19/07/2014.

_______. Cidades médias e a formação de novos espaços produtivos na rede urbana brasileira: algumas considerações sobre a cidade de Uberaba – MG/ Brasil. In: XIV Encuentro de Geógrafos de América Latina; 2013b, Lima/Peru. CD ROM.

______. A abertura econômica no Brasil e suas implicações na indústria em cidades médias do Oeste Paulista. Caminhos de Geografia. Uberlândia:UFU, v.10,n.31. Disponível em:http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15937.Acesso em: 10 jul. 2014.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.Regiões de influência das cidades . Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv40677.pdf . Acesso em: 30 set. 2017.

LOJKINE, J. O Estado Capitalista e a Questão Urbana. São Paulo: Martins Fontes, 1981.

LENCIONI, S. Condições gerais de produção: um conceito a ser recuperado para a compreensão das desigualdades de desenvolvimento regional. In: IX Colóquio Internacional de Geocrítica, 2007, Porto Alegre. Geocrítica, 2007.

________. Cisão territorial da indústria e integração regional no Estado de São Paulo. In: Gonçalves, M. L; BRANDÃO, C. A.; GALVÃO, A. C. F. (org.) Regiões e cidade, cidades nas regiões: o desafio urbano-regional. São Paulo: Ed. Unesp / ANPUR, 2003, p. 465-476.

MARX, K. Grundrisse: manuscritos econômicos de 1857-1858 - esboços da crítica da economia política. São Paulo/Rio de Janeiro: Boitempo/EdUFRJ, 2011.

_____.O Capital: crítica da economia política, v. I, T. 1 e 2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira/DIFEL, 1987a.

______. O Capital: crítica da economia política, v. II, T. 3. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira/DIFEL, 1987b.

NEGRI, B. PACHECO, C. A. Mudança tecnológica e desenvolvimento regional nos anos 90: a nova dimensão espacial da indústria paulista. Espaço & Debates, São Paulo, n. 38, 1994.

____. Concentração e desconcentração industrial em São Paulo (1880-1990). Campinas: UNICAMP, 1996.

PACHECO, C. A. A fragmentação da nação. Campinas: Ed. Unicamp/Instituto de Economia, 1998.291p

PIRES,M. O. Programas Agrícolas na Ocupação do Cerrado. In: 4º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado/Goiânia – GO, em 06/11/1998. Disponível em: www.revistas.ufg.br/index.php/fchf/article/download/459/443. Acesso em: 31 de ago. 2014.

PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERABA MG. Disponível em http://www.uberaba.mg.gov.br/portal/acervo/desenvolvimento_economico/arquivos/uberaba_em_dados/Edicao_2009/Capitulo05.pdf acesso em 20 jul. 2014.

SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001.

SILVA, J. G. O progresso técnico na agricultura. Cadernos Difusão Tecnologia.Brasília,7(1/3):13-46,jan./dez.1990.

SPOSITO, M. E. B. Cidades médias. Espaços em transição. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

Sites pesquisados:

www.jmonline.com.br

http://www.folhauberaba.com.br/

http://www.uai.com.br/

Como Citar
SERAFIM GOMES, M. T. CONDIÇÕES GERAIS DE PRODUÇÃO, ATRAÇÃO DE NOVOS INVESTIMENTOS EMPRESARIAIS INDUSTRIAIS: REFLEXÕES SOBRE O MUNICÍPIO DE UBERABA – MG. Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros Seção Três Lagoas, n. 28, p. 9-26, 11.
Seção
Artigos