ESTRANGEIRIZAÇÃO DA TERRA NO BRASIL: NOTAS TEÓRICAS E METODOLÓGICAS

Lorena Izá Pereira

Resumo


A estrangeirização da terra não é um fenômeno exclusivo do século XXI, mas sim um processo histórico de apropriação do território por agentes (trans) nacionais no qual o objetivo é a garantia da acumulação de capital. Como é um processo em ascensão e como não se sabe mensurar a magnitude do mesmo devido a questões teóricas e metodológicas, surgem diferentes iniciativas de banco de dados sobre estrangeirização da terra. No Brasil, a aquisição de terras por estrangeiros é controlada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) por meio do Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR). O SNCR apresenta uma série de lacunas, especialmente porque os registros são auto declarados. Neste sentido, o objetivo deste artigo é analisar os dados de estrangeirização da terra no Brasil do SNCR. Defendemos que a forma como os dados são levantados e sistematizados pode gerar interpretações equivocadas da realidade, refletidas até mesmo em políticas públicas e discursos errôneos sobre a estrangeirização.


Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA BRASIL. Futuro governo não permitirá venda de terras agricultáveis à China. Agência Brasil, caderno Política, publicado em 05 nov. 2018. Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2018-11/futuro-governo-nao-permitira-venda-de-terras-agricultaveis-china. Acesso em: 18 fev. 2019.

ARRIGHI, Giovanni. The Long Twentieth Century. Londres: Verso, 1996.

BORRAS JR, Saturnino; FRANCO, Jennifer. Global Land Grabbing and Trajectories of Agrarian Change: A Preliminary Analysis. Journal of Agrarian Change, v. 12, n. 1, p. 34-59, 2012.

BORRAS JR, Saturnino; LIU, Juan; HU, Zhen; LI, Hua; WANG, Chunyu; XU, Yunan; FRANCO, Jennifer; YE, Jingzhong. Land control and crop booms inside China implications for how we think about the global land rush. Globalizations, v. 15, n. 1, p. 134-151, 2018.

BRASIL. Decreto-Lei n. 494, de 10 de março de 1969. Regulamenta o Ato Complementar n. 45, de 30 de janeiro de 1969, que dispõe sobre a aquisição de propriedade rural por estrangeiro. Presidência da República Casa Civil - Subchefia para assuntos Jurídicos.

BRASIL. Lei n. 5.709, de 07 de outubro de 1971. Regula a Aquisição de Imóvel Rural por estrangeiro Residente no País ou Pessoa Jurídica Estrangeira Autorizada a Funcionar no Brasil. Presidência da República Casa Civil - Subchefia para assuntos Jurídicos.

CANAL RURAL. Entenda como funciona o controle da aquisição de terras por estrangeiros no Brasil. Canal Rural, caderno especial, publicado em 09 jun. 2012. Disponível em: https://canalrural.uol.com.br/sites-e-especiais/entenda-como-funciona-controle-aquisicao-terras-por-estrangeiros-brasil-37762/. Acesso em: 20 fev. 2019.

CATSOSSA, Lucas Atanásio. ProSAVANA em Moçambique e MATOPIBA no Brasil: a base para a compreensão da geopolítica da questão. Revista NERA, v. 22, n. 47, p. 382-412, dossiê MATOPIBA, 2019.

DATALUTA. Banco de Dados da Luta pela Terra, 2019. Disponível em: www.fct.unesp.br/nera. Acesso em: 20 fev. 2019.

DUMÉNIL, Gérard; LÉVY, Dominique. A crise do neoliberalismo. São Paulo: Boitempo, 2014.

FAIRHEAD, James; LEACH, Melissa; SCOONES, Ian. Green Grabbing: a new appropriation of nature? The Journal of Peasant Studies, v. 39, n. 2, p. 237-261, 2012.

FERNANDES, Bernardo Mançano; FREDERICO, Samuel; PEREIRA, Lorena Izá. Acumulação pela renda terra e disputas territoriais na fronteira agrícola brasileira. Revista NERA, v. 22, n. 47, p. 173-201, Dossiê MATOPIBA, 2019.

GALEANO, Luis. Paraguay and the expansion of Brazilian and Argentinian agribusiness frontiers. Canadian Journal of Development Studies, v. 33, n. 4, p. 458-470, 2012.

GARRIDO FILHA, Irene. O Projeto Jari e os Capitais Estrangeiros na Amazônia. Petrópolis: Editora Vozes, 1980.

GLOBO RURAL. Compra de terras por estrangeiros vai elevar demanda. Globo Rural, caderno Agronegócios. Publicado em: 16 fev. 2017. Disponível em: http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Economia-e-Negocios/noticia/2017/02/compra-de-terra-por-estrangeiros-vai-elevar-demanda.html. Acesso em: 16 fev. 2018.

GUDYNAS, Eduardo. Diez tesis urgentes sobre el nuevo extractivismo. Contextos y demandas bajo el progresismo sudamericano actual. Centro Andino de Acción Popular (CAAP)/Centro Latinoamericano de Ecología Social (CLAES) (Org.). Extractivismo, Política y Sociedad. Quito: CAAP/ CLAES, 187-225, 2009.

HARVEY, David. The New Imperialism. Oxford: Oxford University Press, 2003.

HODGSON, Stephen; CULLINAN, Cormac; CAMPBELL, Karen. “Land Ownership and Foreigners: a comparative analysis of regulatory approaches to the acquisitions and use of land by foreigners”. FAO Legals Papers: Roma, 1999.

INCRA. Manual de orientação para aquisição e arrendamento de imóvel rural por estrangeiro. Brasília: INCRA, 2013;

INCRA. Aquisição e arrendamento de terras rurais no Brasil por estrangeiro. Brasília: INCRA, 2018.

JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário Básico de Filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

LANDMATRIX. Online Public Database on Land Deals. Disponível em: http://www.landmatrix.org/en/. Acesso em: 06 fev. 2019.

LEITE, Acácio Zuniga. Análise da concentração fundiária no Brasil: desafios e limites do uso do índice de Gini. Revista NERA, ano 21, n. 42, p. 10-28, mai.- ago. 2018.

LIAO, Chuan; JUNG, Suhun; BROWN, Daniel G.; AGRAWAL, Arum. Insufficient research on land grabbing. Science, Letters, publicado em 07. Jul. 2016.

McKAY, Ben; ALONSO-FRADEJAS, Alberto; BRENT, Zoe; SAUER, Sérgio; XU, Yunan. China and Latin America: towards a new consensus of resource control? Third World Quarterly, v. 11, n. 1, p. 01-20, 2017.

McKAY, Ben. The politics of control: new dynamics of agrarian change in Bolivia’s soy complex, 2017, 290 f. Tese (PhD in Agrarian Studies) - International Institute of Social Studies, Erasmus University Rotterdam, The Hague, 2017.

_____________. Extractivismo agrario: dinámicas de poder, acumulación y exclusión en Bolivia. La Paz: Fundación Tierra, 2018.

MARINI, Ruy Mauro. La acumulación capitalista mundial y el subimperialismo. Políticos, México, D.F., n. 12, abr-jun, 1977.

MARTINS, José de Souza. Camponeses e Política no Brasil. Petrópolis: Editora Vozes, 1995.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de. Integrar para não entregar: Políticas Públicas e Amazônia. Campinas: Papirus, 1988.

OLIVEIRA, Gustavo de Lima Torres. The geopolitics of Brazilian soybeans. The Journal of Peasant Studies, v. 43, n. 2, p. 348-372, 2016.

O ESTADO DE S. PAULO. Estrangeiros se naturalizam para garantir área maior no Brasil. Jornal O Estado de S. Paulo, caderno economia, publicado em: 17 dez. 2018.

OYA, Carlos. Methodological reflections on “land grab” databases and the “land grab” literature “rush”. The Journal of Peasant Studies, v. 40, n. 3, p. 503-520, 2013a.

_____________. The land rush and classic agrarian questions of capital and labor: a systematic scoping review of the socioeconomic impact of land grabs in Africa. Third World Quarterly, v. 34, n. 9, p. 1532-1557, 2013b.

PEREIRA, Lorena Izá. O processo de estrangeirização da terra no Brasil: estudo de caso da empresa Umoe Bioenergy no município de Sandovalina-SP, 2015, 174 f. Monografia (Bacharelado em Geografia) - Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2015.

_____________. Liberação na aquisição de imóveis rurais por estrangeiros no Brasil e o controle de terras. Boletim DATALUTA, n. 112, p. 01-18, abr. 2017.

_____________. O processo de estrangeirização da terra na América Latina: o estudo de caso da Argentina. Boletim DATALUTA, n. 125, p. 01-18, mai. 2018.

PEREIRA, Lorena Izá; PAULI, Lucas. MATOPIBA: controle do território e expansão da fronteira da estrangeirização da terra. Revista NERA, v. 22, n. 47, p. 148-172, dossiê MATOPIBA, 2019.

PERRONE, Nícolas Marcelo. Restrictions to foreign acquisitions of agricultural land in Argentina and Brazil. Globalizations, v. 10, n. 1, p. 205-209, 2013.

SASSEN, Saskia. Expulsões - Brutalidade e complexidade na economia global. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz &Terra, 2016.

VALOR ECONÔMICO. MT tem o maior percentual de terras nas mãos de estrangeiros. Jornal Valor Econômico, caderno de Política, publicado em 27 jun. 2011.

_____________. Temer sinaliza liberação de compra de terras por estrangeiros. Jornal Valor Econômico, caderno de Política, página A5, publicado em 12 jul. 2016. Disponível em: http://www.valor.com.br/politica/4632087/temer-sinaliza-liberacao-de-compra-de-terras-porestrangeiros. Acesso em: 12 fev. 2019.

XU, Yunan. Political economy of land grabbing inside China involving foreign investors. Third World Quarterly Journal, p. 01-16, 2018.

WESZ JR, Valdemar João. Strategies and hybrid dynamics of soy transnational companies in the Southern Cone. The Journal of Peasant Studies, v. 43, n. 2, p. 286-312, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

  Creative Commons License  Este trabalho está licenciado sob uma Licença Internacional Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0