ITÁLIA

Palavras-chave: Nikolai Gogol. Itália. Romantismo.

Resumo

Nikolai Vassílievitch Gógol (1809-1852)   tornou-se conhecido como um escrritor russo que redigiu sua obra em forma de conto e romance. Em 2009 a UNESCO anunciou “o ano de Gólgol” e naquela altura comemorou-se, através de diferentes exposições e eventos,  o bicentenário do nascimento desse grande escritor. A partir desse marco histórico emergiu a importância de sua obra para além do contexto da história da literatura  russa,  seus escritos tornaram-se mais conhecidos, e   agora são considerados algumas das maiores obras da literatura internacional de todos os tempos. Em 1829, Nikolai Vassílievitch Gógol , já residindo em São Petersburgo , publicou os poemas Hanz Küchelgarten e “Италия” – ambos de caráter romântico. Sobre esse segundo poema, sabe-se que o grande escritor russo tinha uma profunda ligação com a Itália, o que influenciou sua vida privada e inspirou sua produção artística. Durante um longo período composto por muitas oscilações, Gógol viveu em Roma, em terras italianas , neste país o escritor produziu o que é considerada sua obra-prima, o romance - “Almas Mortas”.  Levando em conta a experiência do escritor no exterior , gostaria de sugirí-los uma tradução, talvez a única em língua portuguesa, do poema “Италия”.  

Biografia do Autor

Virgínio Gouveia, Universidade Federal de Sao Paulo

Doutorando em filosofia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP ) com estadia em andamento no Instituto de Filosofia de Moscou - Academia de Ciências da Rússia (Rossiyskaya Akademiya Nauk, RAN). É graduado em filosofia pela Universidade Federal de Alagoas UFAL (2012). Mestre em Filosofia Política pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (2012-2014). Em 2016, lecionou como professor temporário de Filosofia lotado no Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Alagoas (2016-2017) e, no Instituto Federal de Alagoas - IFAL (2017-2018). Tem experiência como pesquisador em filosofia, com destaque nas áreas de estética e filosofia política, investigando principalmente a herança dialética e suas principais contribuições teóricas no campo da estética e da política. Integra o grupo de pesquisa Filosofia , Literatura e Sociedade (UNIFESP). Lançou o livro A Determinação da Dialética na Análise da Mercadoria ( PHILLOS, 2017). Além de ter organizado o livro de ensaios Análise de Conjuntura: A Contraposição Entre Capital e Trabalho na Atualidade (Vol.2), ao lado de Artur Bispo (2018, PHILLOS). Atualmente organiza a Coleção Párias Ideias ( PHILLOS, 2020) , ao lado de Antônio Camêlo. É colaborador no site Le Monde Diplomatique Brasil. Entre 2019 e 2020, realizou um curso de língua russa junto à Universidade de Linguistica de Nizhny Novgorod, (NGLU) na antiga cidade Gorki-RÚSSIA -  cidade onde reside desde o inverno de 2018.

Referências

Библиотека Комарова. Николай Гоголь. Италия: https://www.culture.ru/poems/38490/italiya, (30/08/20) .

Publicado
2020-12-20
Como Citar
Gogol, N., & Martins Gouveia, V. (2020). ITÁLIA. Eleuthería - Revista Do Curso De Filosofia Da UFMS, 5(09), 153 - 155. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/reveleu/article/view/12021
Seção
Traduções

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)