DOSSIÊ TEMÁTICO

FECHAMENTO DAS FRONTEIRAS EM TEMPOS DE COVID-19

O Vol. 15, nº 29 da Revista Geopantanal terá como tema FECHAMENTO DAS FRONTEIRAS EM TEMPOS DE COVID-19. Existem muitas razões para a escolha desse tema, da mesma forma que muitas são as possibilidades de delimitação para sua abordagem. Contudo, no presente número o enfoque é problematizar os diversos desdobramentos que a medida de fechamento das fronteiras em período de Pandemia provocada pelo Covid-19 gerou. As tensões que podem existir entre as diversas escalas políticas, bem como as formas como as sociedades de fronteira reagiram e se adaptaram a tais medidas, além dos impactos nos diversos segmentos econômicos e na migração internacional, podem ser elementos constitutivos das análises. Tratar desse tema é imperioso, na medida em que os efeitos da Pandemia são verificados nos resultados de fiscalização, mobilidade e controle do espaço fronteiriço. Considerando que uma das medidas administrativas adotadas pelos governos em grande parte dos países ao redor do mundo em resposta à Pandemia foi o fechamento de suas fronteiras, no que se constituiu em uma prática que já era desejada por certos segmentos políticos e em outros uma excepcionalidade numa trajetória de abertura das fronteiras, a proposta desse Dossiê é de averiguar impactos produzidos por tais medidas e as perspectivas que esse espaço tem para o pós-pandemia.

Prazo de envio: 15 de novembro de 2020.

João Carlos Jarochinski Silva

Professor Adjunto na Universidade Federal de Roraima (UFRR) do curso de Relações Internacionais e do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Fronteiras (PPGSOF); Pesquisador colaborador junto ao Núcleo de Estudos de População 'Elza Berquó' (NEPO/Unicamp), onde realizou seu Pós-doutorado; Doutor em Ciências Sociais pela PUC/SP.  Membro do Grupo de Estudo Interdisciplinar sobre Fronteiras: Processos Sociais e Simbólicos (GEIFRON) e do Grupo de Pesquisa em Mobilidade Migratória. Contato: joao.jarochinski@ufrr.br.

Marco Aurélio Machado de Oliveira

Professor Titular na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), onde atua no Programa de Mestrado em Estudos Fronteiriços. Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo, é cofundador do coletivo Circuito Imigrante. Contato: marco.oliveira@ufms.br