CARACTERIZAÇÃO CLIMÁTICA E SUA INFLUÊNCIA NA BIODIVERSIDADE DA REGIÃO CENTRO-OESTE DO BRASIL

  • Rafael Fausto de Lima Instituto Federal do Mato Grosso do Sul (IFMS)
  • Lucas Eduardo de Oliveira Aparecido Instituto Federal do Mato Grosso do sul (IFMS)

Resumo

O objetivo deste trabalho é classificar o clima da região Centro-Oeste do Brasil através do sistema de Thornthwaite (1948) e verificar sua influência na variabilidade espacial da biodiversidade. Foi utilizada uma série histórica de 30 anos (1989-2019) de dados climáticos para a região Centro-Oeste do Brasil, obtidos através da plataforma National Aeronautics and Space Administration/Prediction of World Wide Energy Resources – (NASA/POWER). A evapotranspiração potencial (ETP) foi estimada pelo método de Camargo (1971), o balanço hídrico climatológico (BHC) foi calculado pelo método de Thornthwaite e Mather (1955), utilizando CAD de 100 mm. A região Centro-oeste apresenta Temperatura média de 24,78 (± 1,30) °C e precipitação anual de 1470 (± 182) mm. O tipo climático predominante na região foi o B1 (Úmido) com 33,50% e a classe climática de maior ocorrência foi a B1wB'4a' em 20,42% do território. Os biomas predominantes na região foram amazônia, cerrado, mata atlântica e pantanal e com maior ocorrência das classes B2wB'4a', B1wB'4a', B1rA'a' e C1dA'a'.

Publicado
2020-10-30
Como Citar
FAUSTO DE LIMA, R.; EDUARDO DE OLIVEIRA APARECIDO, L. CARACTERIZAÇÃO CLIMÁTICA E SUA INFLUÊNCIA NA BIODIVERSIDADE DA REGIÃO CENTRO-OESTE DO BRASIL. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 4, n. 1, 30 out. 2020.
Seção
EIXO 6 - Artigo Completo - Agronegócios, Economia Rural e Bioeconomia