UMA REFLEXÃO SOBRE AS BARREIRAS TÉCNICAS IMPOSTAS PELA CHINA NA IMPORTAÇÃO DE SUCO DE LARANJA BRASILEIRO

  • Givan Aparecido Fortuoso da Silva Faculdade de Tecnologia de Barueri (FATEC)
  • Ana Carolina Pires Faculdade de Tecnologia de Barueri (FATEC)
  • Lucas da Silva Moreira Lima Faculdade de Tecnologia de Barueri (FATEC)
  • Nicolle Tavares Pimentel Silva Faculdade de Tecnologia de Barueri (FATEC)

Resumo

Considerando que o Brasil é responsável por mais da metade da produção mundial de suco de laranja, exportando mais de 90% do que produz, e que a China é um importante e promissor mercado importador, e por fim, que as barreiras técnicas impostas pelo mercado chinês se mostram impeditivas, o presente trabalho tem como objetivo geral verificar se as barreiras técnicas impostas pela China na importação de suco de laranja brasileiro comprometem o desempenho das vendas externas das empresas do setor.  Como objetivos específicos têm-se: averiguar o grau de significância da China como importadora de suco de laranja brasileiro; e constatar quais são as barreiras comerciais (tarifárias, não-tarifárias e técnicas) impostas pela China para a importação do suco de laranja brasileiro. A pesquisa classificada como exploratória qualitativa, fez uso de um roteiro de entrevista estruturado a partir dos objetivos definidos. A coleta de dados foi realizada junto a Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos – CitrusBR, que congrega as quatros maiores empresas exportadoras do setor. A análise de conteúdo foi a técnica utilizada para análise dos dados. Concluindo que há barreiras técnicas e que essas barreiras comprometem as exportações de suco laranja para a China.

Publicado
2020-10-30
Como Citar
APARECIDO FORTUOSO DA SILVA, G.; PIRES, A. C.; DA SILVA MOREIRA LIMA, L.; TAVARES PIMENTEL SILVA, N. UMA REFLEXÃO SOBRE AS BARREIRAS TÉCNICAS IMPOSTAS PELA CHINA NA IMPORTAÇÃO DE SUCO DE LARANJA BRASILEIRO. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 4, n. 1, 30 out. 2020.
Seção
EIXO 6 - Artigo Completo - Agronegócios, Economia Rural e Bioeconomia