ENDIVIDAMENTO PESSOAL DOS CONSUMIDORES

um estudo sob a ótica das Finanças Comportamentais

  • Franciely Sanabria Nascimbene Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Victor Fraile Sordi Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) https://orcid.org/0000-0002-1689-1587

Resumo

A cultura do endividamento é impulsionada pela facilidade de aquisição de crédito e o imediatismo, na qual está sendo mais importante a sensação de “ter” ao invés de “ser”. O endividamento ganhou destaque nas finanças comportamentais, pelo fato de que estes aspectos comportamentais podem acarretar problemas financeiros não só ao indivíduo, como também a toda sociedade. O objetivo deste estudo foi discutir o endividamento pessoal dos consumidores sob a perspectiva das finanças comportamentais. Para tanto, empregou-se uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa e quantitativa, aplicando-se um questionário fechado a uma amostra aleatória de 148 indivíduos. Os resultados sugerem que a amostra de participantes pesquisada, mesmo possuindo um alto nível de renda e escolaridade em relação à média nacional, estão sujeitos a vieses cognitivos quando o assunto são decisões financeiras e endividamento.

Publicado
2021-09-24
Como Citar
SANABRIA NASCIMBENE, F.; SORDI, V. F. ENDIVIDAMENTO PESSOAL DOS CONSUMIDORES. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 5, n. 1, 24 set. 2021.
Seção
EIXO 1 - Resumo Expandido - Administração de Empresas