PERDA DE CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL

um estudo na Polícia Militar de Mato Grosso do Sul

Resumo

A Polícia Militar brasileira, tradicionalmente, sofre com uma alta rotatividade do seu efetivo que dificulta a gestão e o desenvolvimento de suas atividades. A rotatividade é uma das principais causadoras da perda de conhecimento organizacional que pode culminar na perda das capacidades de execução de funções organizacionais. O objetivo deste estudo foi identificar, na perspectiva dos policiais de um Batalhão da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, quais os aspectos relacionados à perda de conhecimento organizacional que podem estar afetando as atividades da instituição. Para isso, empregou-se uma pesquisa do tipo survey, de natureza quantitativa e qualitativa, com uma amostra de servidores efetivos de um Batalhão da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul. Os resultados indicam que a instituição pode estar sofrendo com perda de conhecimento, devido tanto à rotatividade, quanto à defasagem de conhecimento, falta de oportunidades de compartilhamento e iniciativas institucionais de qualificação e aperfeiçoamento.

Publicado
2021-09-27
Como Citar
SORDI, V. F.; HENRIQUE VENTURIN, R. PERDA DE CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL . Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 5, n. 1, 27 set. 2021.
Seção
EIXO 1 - Resumo Expandido - Administração de Empresas