SUCESSÃO DE LIDERANÇA EM EMPRESA FAMILIAR A PARTIR DO PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Resumo

Uma investigação realizada pelo SEBRAE no ano de 2015 revela que 57% das micro e pequenas empresas no Brasil possuem parentes entre seus sócios e/ou colaboradores. Ainda, uma pesquisa divulgada em 2016 pela PWC (Price Waterhouse Coopers Ltda) aponta que 43% das empresas familiares no mundo não tem um plano de sucessão familiar definido, 54% não tem um plano de sucessão em vigor e apenas 12% chegam a terceira geração (Price Waterhouse Coopers Ltda, 2021). Logo, o objetivo desse trabalho é identificar os processos do planejamento estratégico para contribuir na sucessão de liderança em uma organização familiar do ramo de refrigeração tendo como sua atividade principal a manutenção, venda e instalação de aparelhos de ar condicionado, fundada na década de 90 e que está caminhando para a sua 3° geração do Norte Pioneiro do Paraná. Dessa maneira, serão expostas dificuldades no processo de sucessão familiar e a eficácia para o futuro da organização de se implantar um planejamento contributivo à sobrevivência da organização e interveniente ao seu desempenho. Trata-se de uma pesquisa do tipo pesquisa-ação, uma vez que os pesquisadores implementarão o processo de Planejamento Estratégico na organização, permitindo coletar informações na medida em que acontecem, bem como posteriormente.

Publicado
2021-09-27
Como Citar
PERES SANTIAGO, S.; CAROLINE MOREIRA ROSA, B.; SILVA, T. SUCESSÃO DE LIDERANÇA EM EMPRESA FAMILIAR A PARTIR DO PROCESSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 5, n. 1, 27 set. 2021.
Seção
EIXO 1 - Resumo Expandido - Administração de Empresas