ORIENTAÇÃO PARA INOVAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GERENCIAL BRASILEIRA

um ensaio teórico

Resumo

Modelos de gestão e inovação mostram-se vitais na condução das complexas e multisetoriais atividades do Estado. Este ensaio teórico aborda a orientação para inovação dentro das premissas da nova administração pública, baseada no gerencialismo. O objetivo é identificar se há no modelo gerencial brasileiro, proposto e iniciado em meados de 1990, pontos convergentes para a inovação no serviço público. Para isso foi feita uma pesquisa bibliográfica a fim de levantar as bases, conceitos e características tanto do gerencialismo quanto da inovação. Foi feita uma busca por atributos de inovação no Plano Diretor da Reforma do Estado (PDRAE) e na emenda constitucional da reforma administrativa (EC 19/1998). Como resultado, as discussões apontaram que existem quesitos explícitos e implícitos de inovação no setor público brasileiro com base no gerencialismo. No entanto, algumas limitações foram levantadas, entre elas a falta de detalhamento, sobre  inovação, nos documentos base da reforma gerencial.

Publicado
2021-10-15
Como Citar
DELGADO ABELHA, E.; QUEVEDO PIRES DE OLIVEIRA E SILVA, F. ORIENTAÇÃO PARA INOVAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GERENCIAL BRASILEIRA. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 5, n. 1, 15 out. 2021.
Seção
EIXO 2 - Resumo Expandido - Administração Pública e Terceiro Setor