A EXPERIÊNCIA EM AVALIAÇÃO DE IMPACTOS DE TECNOLOGIAS NA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL

Resumo

O objetivo deste relato é descrever o processo de avaliação de impactos de tecnologias agropecuárias da Embrapa Amazônia Oriental, fazendo uma contextualização, detalhando a estruturação, as fases e o fluxo desse processo, identificando as tecnologias avaliadas e apontando os desafios e aprendizados dessa experiência. A institucionalização do processo de avaliação de impacto de tecnologias na Embrapa e, particularmente, na Embrapa Amazônia Oriental tem se mostrado um instrumento importante de prestação de contas à sociedade, na medida em que, a partir do provimento de recursos e dos investimentos em pesquisa e desenvolvimento e transferência de tecnologia, permite demonstrar os efeitos dos benefícios econômico, social e ambiental das tecnologias para os produtores e, portanto, à sociedade. Um dos desafios refere-se às demandas não atendidas quanto à avaliação de impactos de algumas tecnologias. Outro, diz respeito à questão de operacionalização da avaliação devido à dimensão territorial do estado do Pará e às deficiências de logística; além da necessidade de efetivar estudos de avaliação de adoção de tecnologias. Como aprendizado, a formação de uma equipe permanente, multidisciplinar e experiente é fundamental para dar cabo das nuances de cada tecnologia e seus impactos, e a criação de uma cultura de avaliação de impactos na instituição.

Publicado
2021-09-28
Como Citar
MORAES, A. J. G. DE; SILVA, E. S. A.; SOUZA, P. DE P. L. R. DE; MARQUES, T. R. A EXPERIÊNCIA EM AVALIAÇÃO DE IMPACTOS DE TECNOLOGIAS NA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 5, n. 1, 28 set. 2021.
Seção
EIXO 3 - Relato de Prática - Inovação e Tecnologias