REPRESENTATIVIDADE POLÍTICA E FALTA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL EM NAVIRAÍ-MS

  • Thiago Moessa Alves FCT/UNESP
  • Lucry Marcos Mathias da Silva Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Resumo

A sociedade negra existente no município de Naviraí aguarda por representatividade política participativa por parte dos vereadores locais, em especial os que se consideram afrodescendentes no que tange à elaboração de políticas públicas direcionadas aos negros de nosso município. Ainda de maneira tímida os legisladores afrodescendentes se posicionam a frente destas questões afirmativas. Neste cenário esta pesquisa visa construir análise quanto à participação do negro enquanto vereador no município de Naviraí. Assim nossa pergunta de pesquisa pretende compreender se legisladores afrodescendentes desenvolveram algum modelo de política pública inclinada à comunidade negra durante o mandato 2013 a 2016. Por meio dos procedimentos da pesquisa qualitativa nosso objetivo geral pauta-se em analisar políticas públicas desenvolvidas por vereadores afrodescendentes na Câmara Municipal de Naviraí no mandato de 2013 a 2016. Estamos embasados principalmente em Fanon (2008). As análises mostram que: ainda que haja vereadores afro-brasileiros na cidade de Naviraí-MS no mandato em pauta a comunidade negra do município ainda carece de representatividade.

Biografia do Autor

Thiago Moessa Alves, FCT/UNESP

Graduado em Letras (Português, Inglês e Literatura)

Mestre em Letras (Linguística e Transculturalidade)

Doutorando em Educação

Lucry Marcos Mathias da Silva, Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Publicado
2017-10-03