REDES SOCIAIS: a percepção de lojistas da influência das redes sociais nas vendas do varejo de moda

Emily Filippi, Danila Cristiane Marques Sanches Dockhorn

Resumo


As redes sociais simplificam o contato e facilitam a aproximação entre os comerciantes e os clientes. Atualmente, elas são utilizadas pelas empresas como forma de se diferenciar e atingir um maior número de consumidores através da divulgação de produtos. Diversos produtos são ofertados nas redes sociais e para saber como isso ocorre é necessário entender o lado dos lojistas. Assim, este trabalho tem por objetivo analisar como as redes sociais interferem no processo de divulgação e vendas de um comércio. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e exploratória, com coleta de dados e pesquisa bibliográfica e empírica. Optou-se por entrevista com lojistas das cidades de Ibirama e Vidal Ramos para a coleta dos dados, que foram tratados através da análise de conteúdo de Bardin (1977). Os resultados identificaram que o uso das redes sociais, especialmente o Facebook, auxilia na fidelização do cliente e interfere positivamente no faturamento da loja, seja pela venda efetiva na rede social, ou pela utilização da rede social como uma vitrine, de forma a trazer os clientes para a loja física.


Palavras-chave


Redes Sociais. Varejo de Moda. Consumo de Moda. Moda em Redes Sociais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAGÃO, F. B. P.; FARIAS, F. G.; MOTA, M. O.; FREITAS, A. A. F. Curtiu, Comentou,

Comprou: A Mídia Social Digital Instagram e o Consumo. 2015. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2016.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977. BOSCO, G. S. Consumo de moda: uma necessidade real ou uma ânsia frenética? 2013. Disponível em:

COMUNICACAO-ORAL/EIXO-5-MARKETING_COMUNICACAO-ORAL/Consumo-deModa-Uma-necessidade-real-ou-uma-ansia-frenetica.pdf>. Acesso em: 12 abr. 2016.

CANTANHEDE, R. C. C. O Usa das Redes Sociais como Ferramenta de Marketing e

Estratégia para Prospecção e Fidelização de Clientes: um estudo de caso da loja Kaluca. São Luís: UFMA, 2015. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2016.

CUNHA, G. I. C.; CUNHA, J. I. C.; MONTE, W. S. As Mídias Sociais e as Empresas de

Moda. 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2016.

FURLAN, B.; MARINHO, B. Redes Sociais Corporativas. 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2016.

GIMENEZ A. J. Moda e consumo: Reflexões – a moda como objeto de estudo. 2014. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2016.

LIGER, I. Moda em 360 graus: design, matéria-prima e produção para o mercado global. São Paulo: Editora Senac, 2012. LIMA, T. Marketing: O Glamour dos Negócios da Moda. São Paulo: Ed. IMMKT – Taplc, 2008.

LOBOSCO, A; ALAKIJA, A. F. C; ZILBER, S. N. A influência do comércio eletrônico nas

pequenas empresas do setor de moda. 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2016.

MEDEIROS, L. O impacto do comércio eletrônico nos segmentos de moda e acessório e

cosméticos, perfumaria e cuidados pessoais nos anos de 2008 a 2013 no Brasil. 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2016.

MENDES, E. Facebook e as Marcas de Moda: Aumento das Vendas Online? 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2016. MENDES, E; CARVALHO, H.; BRITO. M. A influência do Facebook nas vendas: a percepção dos consumidores de moda. 2012. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2016.

MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 29. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

PARAISO, G. J.B. O e-commerce nas redes sociais: estudo sobre os desdobramentos do comércio eletrônico na atualidade. 2011. Disponível em: . Acesso em: 9 jun. 2016.

REBELLO, T. C. S. Processos de Consumo em Redes Sociais: O Aplicativo LikeStore. 2011. Disponível em: . Acesso em: 4 maio 2016.

SILVEIRA, L. A. B. O Estado da Arte da Pesquisa em Design no Brasil a Partir das

Dissertações de Mestrado na Área. 2013. Disponível em: . Acesso em: 31 maio 2016.

SOUSA, L. F; SILVA, A. R; FAGUNDES, A. F. A. O impacto das redes sociais no

consumo de moda na perspectiva das consumidoras. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.