Com o aumento do desemprego, número de inadimplentes continua crescendo no Brasil

Leucivaldo Carneiro Morais, Letícia Furtado Rodrigues Carneiro, Valério Gonçalves de Matos

Resumo


Nos últimos anos tivemos um crescimento econômico aliado à ampliação de créditos principalmente para a população das classes C e D, o que elevou consideravelmente o poder de compras dessas pessoas, o que aqueceu novamente a economia e consequentemente o aumento do consumo, mais temos que lembrar que tudo em excesso pode gerar problemas futuros, foi o que aconteceu com muitas pessoas se endividaram e atualmente encontra-se em inadimplentes, pois gastaram mais do que ganharam, outro motivo principal foi o aumento do desemprego o que ocasionou milhares de demissões o que veio ocasionar o não cumprimento  das obrigações financeiras. Dada a importância das consequências econômicas e sociais do endividamento das famílias é crucial acompanhar a tendência do endividamento e proceder a um estudo sistemático da natureza e dimensão do mesmo. Esse texto tem como metodologia bibliográfica, mostrando os motivos que levaram milhares de pessoas a ser tornarem inadimplentes em todo país.


Palavras-chave


Consumismo, desemprego, inadimplência.

Texto completo:

PDF

Referências


IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística: Desemprego cai, mas total de pessoas que não trabalham nem procuram vaga é recorde, Folha de São Paulo, 2018.

PEIC- Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor: Campo Grande – MS, Agosto 2018.

Serasa Experian: Perfil dos consumidores inadimplente brasileiro, 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.