O POTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO DO SETOR ALIMENTÍCIO EM NAVIRAÍ: uma análise de fatores locacionais

Caroline Achilles Louza, Sibelly Resch

Resumo


O objetivo desta pesquisa é investigar o potencial de desenvolvimento do setor alimentício a partir da análise de fatores locacionais da região de Naviraí. O estudo tem como questão de pesquisa: quais fatores locacionais favorecem ou restringem o desenvolvimento do setor alimentício na região de Naviraí? A pesquisa caracteriza-se como qualitativa, de natureza exploratória. Os dados foram coletados por meio de pesquisa documental e bibliográfica. Os resultados apontaram que: a região não produz uma grande variedade de matérias-primas para industrialização, porém, já possui indústrias que beneficiam os principais produtos (bovinos, suínos e mandioca). A cidade possui localização estratégica, tendo boa infraestrutura para o transporte rodoviário terrestre, energia e água. Há disponibilidade de mão de obra e os custos são baixos comparativamente a outros municípios.  A taxa de educação formal é baixa, porém, o município conta com o sistema s para qualificação do trabalhador. O município e o estado oferecem incentivos fiscais e tributários relevantes para a instalação de indústrias. Conclui-se, nessa primeira etapa da pesquisa, que, de modo amplo, os fatores locacionais investigados favorecem a instalação de indústrias de alimentos no município. Atualmente, 15% do setor industrial da cidade se concentram nesse segmento. A formação da primeira turma de engenharia de alimentos no município contribuirá para um aumento significado de profissionais voltados à indústria de alimentos, o que poderá alavancar o setor industrial de alimentos. Acredita-se que é preciso aprofundar a investigação sobre a complementaridade das indústrias, conforme proposto pela teoria marshalliana, identificando o potencial para o surgimento de indústrias subsidiárias próximas e serviços especializados.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Regis Rodrigues. Fatores locacionais da indústria. Mundo Educação. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2017

AMARAL FILHO, J. do. A endogeneização no desenvolvimento local e regional. Planejamento e Políticas Públicas-PPP, IPEA, Brasília, n. 23, 2001.

ANDRADE, B. A.. Distribuição Espacial Da Indústria Têxtil E De Confecção Em Pernambuco: Qual A Influência Dos Fatores Locacionais? Universidade Federal de Pernambuco: Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGECON/CAA), 2016. Dissertação.

BETARELLI JUNIOR, A.; SIMÕES, R. F. A dinâmica setorial e os determinantes locacionais das microrregiões paulistas. Belo Horizonte: UFMG/CEDEPLAR, 2011. Disponível em: http://www.cedeplar.ufmg.br/pesquisas/td/TD%20418.pdf (acesso em 18.05.17).

BRENE, P. R. A. et al.. Fatores Locacionais como Determinantes do Perfil Empresarial: uma proposta metodológica. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional-G&DR. v. 10, n. 2, p. 99-123, maio/ago. 2014.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA – CNI. Perfil da indústria. Disponível em: http://perfildaindustria.portaldaindustria.com.br/ranking?cat=10&id=1756 (acesso em 15/07/2018).

DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO – DNIT. Disponível em: Disponível em: http://www.dnit.gov.br/download/mapas-multimodais/mapas-multimodais/ms.pdf (acesso em 25/01/2018).

DINIZ, Clélio Campolina. Dinâmica regional e ordenamento do território brasileiro: desafios e oportunidades. Revista Catarinense de Economia, v. 1, n. 1, Florianópolis/SC, 2017.

DONDA JÚNIOR, Alberto. Fatores Influentes no Processo de Escolha da Localização Agroindustrial no Paraná: Estudo de Caso de uma Agroindústria de Aves. Florianópolis, UFSC, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, 2002. Dissertação.

FERREIRA, B. M. O. B et al.. Considerações sobre a formação industrial de Mato Grosso do Sul. In: Anais do I Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (I EIGEDIN). 12 a 14 de setembro de 2018. Naviraí/MS. Disponível em: http://seer.ufms.br/index.php/EIGEDIN/article/view/4315/3882 (acesso em 25 de dezembro de 2017).

FIUZA, S. N. et al. Localização industrial na Região Norte Fluminense: uma análise em termos de oferta e demanda por fatores locacionais. Revista Brasileira de Desenvolvimento Regional (G&DR), v. 8, n. 3, p. 198-238, set-dez/2012, Taubaté, SP, Brasil.

FONTANILLAS, C. N. et al. Estudo de critérios locacionais com vistas ao estabelecimento de vantagem competitiva. Sustainable Business Internacional Journal. N°76, março de 2018. https://doi.org/10.22409/sbijounal2018.i76

FRIZONI, MATHEUS DE MORAES. O que é logística? Administradores. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2017

IMASUL. Legislação Ambiental. Disponível em: < http://www.imasul.ms.gov.br/legislacao-ambiental/>. Acesso em: 16 nov. 2017

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. IBGE Cidades – Ranking Estatístico. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/ (acesso em 25/01/18).

LUCIANE, Baruffi; CERETTA, Gilberto Francisco; ROCHA, Adilson Carlos. Potencial de desenvolvimento: um estudo do apl de alumínio na região sudoeste do Paraná. Revista Estudos do CEPE, n. 39, p.157-180, jan./jun. 2014.

MARSHALL, Alfred. Princípios de economia: tratado introdutório. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

PEREIRA, J. A. et al.. Desenvolvimento local e regional: características da microrregião de Iguatemi do Estado de Mato Grosso do Sul. In: II SimPPA - Simpósio do Programa de Pós-Graduação em Administração, 2., 2017, Maringá. Anais... Maringá, SimPPA, 2017.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. Rio Grande do Sul: Feevale, 2013.

RAMOS, Rui António Rodrigues. Localização Industrial: um modelo espacial para o noroeste de Portugal. Tese de Doutorado. Universidade do Minho. Escola de Engenharia. Portugal, 2000. Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/184 (acesso em 15/02/2018).

ROCHA, R. de M.; BEZERRA, F. M.; MESQUITA, C. S.. Decisão locacional das firmas: um exame empírico dos fatores de aglomeração da indústria de transformação brasileira. In: XIII Encontro Regional de Economia – ANPEC, Porto Alegre/RS, Anais... Porto Alegre, 2010. Disponível em: http://www.anpec.org.br/encontro2010/inscricao/arquivos/477-d891a36bebfe4072565fae93ac1ce5bc.pdf . Acesso em: 10 de maio de 2017.

ROMERO, Suelene Mascarini de Souza. Inovação e Território: Analise dos fatores locacionais que afetam a inovação do Brasil. Tese de doutorado. Escola Politécnica. Universidade de São Paulo, 2017, 192 p.

SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – SEMADE. Perfil estatístico de Mato Grosso do Sul – 2015.

SILVEIRA, Denise Tolfo; CÓRDOVA, Fernanda Peixoto. Métodos de pesquisa. Disponível em: < http://www.ufrgs.br/cursopgdr/downloadsSerie/derad005.pdf>. Acesso em: 15 dez 2017.

SOUZA, L. A.; MUNIZ, A. L. P.. Os Fatores Determinantes Da Localização Das Indústrias Goianas. Revista CEPPG, n. 23, v. 2, 2010, p. 161/175. Disponível em: http://www.portalcatalao.com/painel_clientes/cesuc/painel/arquivos/upload/temp/b54a68655425329b796698be783183f0.pdf (acesso em 25.05.17).

STAMM, C. ET AL. A população urbana e a difusão das cidades de porte médio no Brasil. INTERAÇÕES, Campo Grande, v. 14, n. 2, p. 251-265, jul./dez. 2013.

STEIN, Natália Branco. A distribuição espacial da indústria gaúcha: uma analise dos fatores de localização e das políticas publicas de incentivo à indústria. Dissertação. Programa de pós-graduação em planejamento urbano e regional. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2015. 175p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.