O USO DA PIRÂMIDE DE BIRD PARA A GESTÃO DA SEGURANÇA NO TRABALHO: A análise de um caso

Daniel Fernando Bastos, Sibelly Resch

Resumo


Este trabalho tem como objetivo quantificar e analisar o número de acidentes ocorridos em um período de 12 meses numa empresa, a partir da Teoria da Pirâmide de Frank Bird. Para isto, foram coletados dados dos acidentes registrados como Primeiros Socorros (P.S.), Acidentes Sem Afastamento (ASA) e Acidentes Com Afastamento (ACA) que respectivamente são considerados como acidente pouco relevante, acidente que possui potencial de gravidade, sem gerar afastamento, e acidente com potencial de gravidade, gerando afastamento do trabalho. De acordo com a teoria de Bird, quando há o aumento da incidência de eventos que se enquadram na base da pirâmide, será maior a chance de se ocorrerem acidentes mais sério. A aplicação da teoria de Bird contribui para atitude preventiva pelas empresas. Por isso, é recomendável que as organizações estudem suas realidades, analisando a relação entre os diferentes tipos de acidentes, contribuindo dessa forma para a gestão da segurança no trabalho.

Palavras-chave


Acidentes de Trabalho; Pirâmide de Bird; Gestão de Segurança do Trabalho

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.