COWORKING: REDES DE RELACIONAMENTOS, PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO MODELO ORGANIZACIONAL

Rômulo Giovarnelli Carneiro, Elisabete Camilo

Resumo


O modelo organizacional contemporâneo Coworking surge como uma alternativa que foge dos padrões tradicionalistas de trabalho. Espaços Coworking são escritórios compartilhados que reúnem empreendedores e profissionais de diferentes áreas do conhecimento, com diferentes histórias e desafios a serem superados. Essas diferenças se unem e convergem em busca de um objetivo comum, sendo o desenvolvimento de negócios de sucesso por meio de redes de relacionamentos que potencializam o processo empreendedor. O presente artigo tem como objetivo descrever a metodologia organizacional Coworking, e como objetivos específicos; (1) identificar o perfil do profissional que trabalha em ambiente de Coworking; (1) identificar as motivações para adoção da metodologia;(3) identificar as vantagens e desvantagens do modelo organizacional. Para alcance dos resultados foi realizada pesquisa descritiva, exploratória, quantitativa e qualitativa e os dados trabalhados pela análise de conteúdo. Os resultados obtidos apresentam o Coworking como um modelo organizacional benéfico ao profissional que dele faz parte, valendo-se principalmente da rede de relacionamentos e redução de custos, em um ambiente agradável, criativo e motivado, composto por jovens profissionais que buscam qualificação, capacitação, superação de desafios e compartilhamento de ideias, espaços e experiências.

 

Palavras-chave: Coworking; Empreendedorismo; Escritórios Compartilhados; Redes de Relacionamentos; Modelo Organizacional.


Palavras-chave


Coworking; Empreendedorismo; Escritórios Compartilhados; Redes de Relacionamentos; Modelo Organizacional.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2009.

BARON, R. A.; SHANE, S. A. Empreendedorismo: uma visão do processo. São Paulo: Cengage Learning, 2007.

BOTSMAN, R; ROGERS, R. O que é meu é seu: como o consumo colaborativo vai mudar o mundo. Porto Alegre: Bookman, 2011.

BULGACOV, S.; VERDU, F. C. Redes de pesquisadores da área de administração. Revista de Administração Contemporânea, v.5, edição especial, 2001.

CANONICE, Bruhmer Cesar Forone. Normas e padrões para elaboração de trabalhos acadêmicos. 2. ed. Maringá: Eduem, 2007.

COWORKING BRASIL. O que é Coworking. Disponível em: Acesso em 02 de julho de 2016.

CRUZ, J. A. W.; MARTINS, T. S.; AUGUSTO, P. O. M. Redes sociais e organizacionais em administração. Curitiba: Juruá, 2011.

DEGEN, Ronald Jean. O empreendedor: empreender como opção de carreira. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 5 ed. Rio de Janeiro: Empreende / LTC, 2014.

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. 3 ed. São Paulo: Artmed, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. - São Paulo: Atlas, 2010.

HISRICH, R. D.; PETERS, M. P.; SHEPHERD, D. A. Empreendedorismo. 7 ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos da metodologia científica. 7 ed. São Paulo: Atlas, 2007.

LOMBARDIA, P. G.; STEIN, G.; & RAMÓN, J. (2008). Quem é a geração Y? HSM Management 70, setembro de 2008. Disponível em: Acesso em 16 de julho de 2016

MAURER, Angela Maria et al. Yes, we also can! O desenvolvimento de iniciativas de consumo colaborativo no Brasil. XXXVI EnANPAD, Rio de Janeiro: 2012. Disponível em: Acesso em 22 de julho de 2016.

PEQUENAS EMPRESAS & GRANDES NEGÓCIOS. Coworking permite redução de custos para empreendedores. “Ana Clara Veloso”. 2016. Disponível em: Acesso em 30 de julho de 2016.

PEREIRA, J.A.; REINERT, M.A. Influência das Redes Sociais na Inovação. RECADM, v.12, n.2, 2013.

QUARESMA, J. G.; GONÇALVES, C. Out of the office. E-Book. Porto: Ed. Vida Económica, 2013.

RODRIGUES, William Costa. Metodologia científica. FAETEC/IST, 2007. Disponível em: Acesso em 18 de julho de 2016.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2007.

SARKAR, S. Empreendedorismo e Inovação. Lisboa: Escolar, 2007


Apontamentos

  • Não há apontamentos.