BENEFICIOS DO PROFISSIONAL ADMINISTRADOR NA AGRICULTURA FAMILIAR

  • Arles Basílio Ramires Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNV
  • Rafael José Oliveira da Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNV
  • Reynaldo Dezen Lima Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNV
  • Helena Rodi Neumann Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNV
Palavras-chave: Agricultura Familiar, Administrador Rural, Benefícios, Desafios.

Resumo

Este artigo é resultado de um estudo a respeito dos benefícios do profissional administrador na gestão das propriedades rurais familiares, que desenvolvem a agricultura. O trabalho foi elaborado com base em uma ampla revisão bibliográfica e de legislação vigente, por meio de referências que relatam a possibilidade de aumentar a efetividade da agricultura familiar a partir da implementação de técnicas de gestão de conhecimento do graduado em administração. Ao final, pode-se ter uma noção que a agricultura tem uma importante relevância no contexto brasileiro e para se desenvolver é necessário o proprietário contar com ajuda desse profissional, que muito pode contribuir na administração/gestão das propriedades, ao lidar com estas de forma formal.   

Biografia do Autor

Helena Rodi Neumann, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNV
Professora adjunta na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS-CPNV). Arquiteta e Urbanista pela Escola da Cidade (2010), Mestre (2014) e Doutora (2017) na mesma área pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, como bolsista CAPES-PROSUP. Pesquisadora na Universidade de Aachen, Alemanha, como bolsista do Sistema Alemão de Intercambio Acadêmico - DAAD (2016). Foi Coordenadora e Professora titular do Curso de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário 7 de Setembro- UNI7 (2016-2017), em Fortaleza. Foi professora na Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UNILA- Universidade Federal da Integração Latino-Americana (2018), em Foz do Iguaçu. Tem experiência na área de Projeto de Arquitetura e Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: Planejamento Urbano e Regional, Administração Municipal e Urbana, Política e Planejamento Governamentais, Análise Regional por Geoprocessamento, Tecnologia da Arquitetura e Urbanismo, e Conforto ambiental.

Referências

CALLADO, Antonio Andre cunha. Agronegócio. 3.ed. São Paulo: Atlas, 2011.224p.

ARAUJO, Massilon J. Fundamentos de Agronegócio. 3.ed. São Paulo: Atlas, 2010. 162p. ISBN 978-85-224-6026-7

HOFER, Elza. Et al. Gestão de Custos Aplicada ao Agronegócio: culturas temporárias. Contab. Vista& Ver., v. 17, n. 1, p.29-46, jan./mar. 2006.

CENSO DEMOGRAFICO 2006. Agricultura familiar. IBGE. Rio de Janeiro, p. 1-267, 2006. ISSN: 0103-6157. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/

periodicos/50/agro_2006_agricultura_familiar.pdf Acesso em: 09/12/2018, 10:02.

MARQUEZ DA SILVA, Raphael. Saiba quais são os principais programas de incentivo à agricultura familiar. Blog BioFort. 2018. Disponível em: https://biofort.com.br/ saiba-quais-sao-os-principais-programas-de-incentivo-a-agricultura-familiar/, Acesso em: 09/12/2018, 10:02.

SAVOLDI, Andréia; CUNHA, Luiz Alexandre. Uma abordagem sobre a agricultura familiar, Pronaf e a modernização da agricultura no sudeste do Paraná na década de 1970. Revista Geografar. Curitiba, V. 5, n. 1, p. 25-36, jan/jun 2010. ISSN: 1981-089x. Disponível em: file:///C:/Users/compaqcq23/Downloads/17780-62964-1-PB.pdf, Acesso em: 09/12/2018, 10:02.

BREITENBACH, R. Gestão Rural no contexto do agronegócio: Desafios e Limitações. Desafio Online, Campo Grande, v. 2, n. 2, Mai./Ago. 2014

BREITENBACH, Raquel; Brandão, J.B; Vitali, D.J. Gestão de custos em unidades de produção familiares especializadas no cultivo de soja no Norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Disponível em < http://www.revistaespacios.com/a16v3n23/16372322.html>, Acessado em 07/12/2018 ás 13:45hs.

Publicado
2019-10-07