CONTABILIDADE AMBIENTAL: Aspectos conceituais do estudo

  • Bianca Pereira Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNA
  • Josiane Pereira da Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNA
  • Neifa das Dores de Souza Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNA
  • Paloma dos Santos Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - CPNA
  • Antonio Sérgio Eduardo
Palavras-chave: Contabilidade, Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável

Resumo

A contabilidade é uma ciência que estuda e controla o patrimônio das entidades, uma importante ferramenta de informações. A Contabilidade Ambiental objetiva registrar os fatos relacionados ao meio ambiente, na proteção, preservação e recuperação do meio ambiente, proporcionando incentivos e vantagens para as empresas. O problema de pesquisa é: Quais os ganhos na utilização da contabilidade ambiental? Através de uma pesquisa bibliográfica buscou-se conceitualmente solucionar o problema de pesquisa. A Contabilidade Ambiental proporciona benefícios como a redução de custos por meio da otimização de recursos, redução dos custos por meio da eliminação de multas e taxas, redução de custos com a venda de reciclados. Embora não há a obrigatoriedade para elaboração das demonstrações contábeis financeira ambientais, identificou-se de extrema importância para as organizações a divulgação de suas demonstrações adaptadas com informações dos fatos ambientais como diferencial dos relatórios contábeis. Contribuindo para conscientização do desenvolvimento sustentável eficiente, importante na preservação do meio ambiente, condição para qualidade de vida. Indispensável para a vida humana e também, uma forma de preservar o meio ambiente.

Referências

AZEVEDO, D. B.; GIANLUPPI, L. D. F.; MALAFAIA, G. C. Os custos ambientais como fator de diferenciação para as empresas. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://revistas.unisinos.br/index.php/perspectiva_economica/article/view/4357/1615&ved=2ahUKEwiJjIfgxZHjAhWnILkGHeg5A8IQFjABegQIARAB&usg=AOvVaw2JYsRP0gF0hlqTocEivQn3>. Acesso em: 08 Jun. 2019.

BRASIL. Lei de Responsabilidade Fiscal nº 101, DE 04 DE MAIO DE 2000. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm> Acesso em: 10 Jun. 2019.

CONCEIÇÃO, F., FINHANI, G., JÚNIOR, N. A., ALONSO, V.L.C. CONTABILIDADE AMBIENTAL. segEt- XI Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 2014. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos14/132021.pdf&ved=2ahUKEwiK58j3gPbjAhWeK7kGHSLYDNcQFjAAegQIARAB&usg=AOvVaw36w_Ctm-yOicIruRWlUcfM>. Acesso em: 15 Jul. 2019

CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC T 15 - INFORMAÇÕES DE NATUREZA SOCIAL E AMBIENTAL. Disponível em: <http://www.portaldecontabilidade.com.br/nbc/t15.htm> Acesso em: 15 Jul. 2019.

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Contabilidade Geral - Características da informação contábil. Boletim Eletrônico do CRC-BA. Disponível em: <://www.crcba.org.br/boletim/edicoes/carac.htm> Acesso em: 15 Jul. 2019.

FIORE, A. G. Contabilidade ambiental, conceitos fundamentais e modelo de contabilização ambiental. 2004. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://repositorio.pgsskroton.com.br/bitstream/123456789/611/1/artigo%252020.pdf&ved=2ahUKEwiHksaEyZHjAhXiIbkGHT9LBxEQFjAAegQIAxAB&usg=AOvVaw3IKwdcpC2PaIh77HxsCGZY>. Acesso em: 08 Jun. 2019.

GONÇALVEZ, S. S.; HELIODORO, P. A. A contabilidade Ambiental como um novo paradigma. Revista Universo Contábil, ISSN 1809-3337, Blumenau, v.1, n. 3, p.81-83, set./dez. 2005. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://proxy.furb.br/ojs/index.php/universocontabil/article/view/91&ved=2ahUKEwic6viV_5HjAhWrFLkGHeXpCRIQFjAAegQIARAB&usg=AOvVaw2s4DqY1xZy2jta4SXXIVzF>. Acesso em: 10 Jun. 2019.

HANSEN, D. R; MOWEN, M. M. Gestão de Custos. São Paulo: Pioneira, 2001.

HENDRIKSEN, E. S. Teoria da Contabilidade. In: HENDRIKSEN, E. S.; BREDA, M. F. V. Quatro mil anos de contabilidade. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2015.

IBRACON. NPC - Normas e Procedimentos de Contabilidade - NPC 14. Instituto dos Auditores Independentes do Brasil - IBRACON nº 14 de 18/01/2001. Disponível em <http://www.portaldecontabilidade.com.br/ibracon/npc14.htm>. Acesso em: 15 Jul. 2019.

KRAEMER, M. E. P. Contabilidade Ambiental O Passaporte para a Competitividade. Revista CRCSC&Você v.1, n. 1, p.25-40, Florianópolis dez/ 2001 – mar/2002. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://revista.crcsc.org.br/index.php/CRCSC/article/view/971&ved=2ahUKEwiI64Pjx5HjAhX6GrkGHZMmCOAQFjAAegQICRAD&usg=AOvVaw1tFJ76WpHWa4NJKFhEMzJ7>. Acesso em: 20 Jun. de 2019.

LINS, J. P. CONCEITOS BÁSICOS DE CONTABILIDADE. 2005. Revisão de AMORIM, E. C. P. de. 2009. Escola Fazendária – eSEFAZ. Pernambuco. Disponível em: < https://portalesafaz.sefaz.pe.gov.br/moodle/cursos/Conceito_Contabilidade_atual/apostila/Apostila%20de%20Contabilidade.pdf>. Acesso em: 08 Agos. 2019.

MARTENDAL, A. Contabilidade Ambiental: Nível de conhecimento dos profissionais contábeis da Grande Florianópolis. 2011. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/121001>. Acesso em: 20 Jun. 2019.

NASCIMENTO, C.G; BENÍCIO, F. C. Contabilidade Ambiental: A percepção dos docentes/ contadores da Universidade Federal do Piauí - Campus Ministro Reis Velloso. Revista Científica Semana Acadêmica-ISSN 2236-6717 nº 113 Fortaleza out. 2017. Disponível em: <https://semanaacademica.org.br/artigo/contabilidade-ambiental-percepcao-dos-docentes-contadores-da-universidade-federal-do-piaui>. Acesso em: 30 Jul. 2019.

OLIVEIRA, N. N. Contabilidade Ambiental e sua aplicabilidade: Um estudo de caso numa empresa transportadora de combustível no município de Pimenta Bueno-RO. 2011. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.ri.unir.br/jspui/bitstream/123456789/243/1/NEDES%2520NUNES%2520DE%2520OLIVEIRA%2520-%2520CONTABILIDADE%2520AMBIENTAL%2520E%2520SUA%2520APLICABILIDADE.pdf&ved=2ahUKEwioyd6k0JHjAhWoILkGHZN_DxEQFjAAegQIAxAB&usg=AOvVaw2WIFBYWVmjyn48rYa72POI>. Acesso 25 Jun. 2019.

PEREIRA, S. S.; CURI, R. C. Meio Ambiente, Impacto Ambiental e Desenvolvimento Sustentável: Conceituações Teóricas sobre o Despertar da Consciência Ambiental. Reunir – Revista da Administração, Contabilidade e Sustentabilidade – vol. 2, n° 4, p.3 5-57, Set-Dez/2012. http://reunir.revistas.ufcg.edu.br/index.php/uacc/article/view/78 >. Acesso em: 10 Jul. 2019.

RIBEIRO, J. A. Contabilidade Ambiental: Um estudo sobre o conhecimento dos estudantes e profissionais de contabilidade da cidade de Santana do Ipanema. Alagoas, 2018. Disponível em: <http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/3396>. Acesso em: 10 Jun. 2019.

SILVA, J. C. P.; RIOS, R. P. Contabilidade Ambiental: O grau de conhecimento dos contadores do Sul e Sudeste do estado do Pará. Revista Eletrônica Gestão e Negócios – Volume 5 ¬¬– nº 1 - 2014. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://docs.uninove.br/arte/fac/publicacoes_pdf/administracao/v5_n1_2014/Julio_Cesar.pdf&ved=2ahUKEwj3rPL6_pHjAhUvIrkGHTMXAa4QFjAAegQIAxAB&usg=AOvVaw2cKciUU4Gfh1uuiMqRrWTM>. Acesso em: 10 Jun. 2019.

TINOCO, J. E. P.; KRAEMER, M. E. P. Contabilidade e Gestão Ambiental. São Paulo: Atlas, 2006.

VELLANI, C. L.; NAKAO, S. H. Investimentos Ambientais e Redução de Custos. Revista de Administração da UNIMEP, v. 7, n.2, pág. 61-62 Maio/ Agosto,2009. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.researchgate.net/publication/287858108_Investimentos_Ambientais_e_Reducao_de_Custos&ved=2ahUKEwiB54-DxpHjAhWfF7kGHQG5DxIQFjAAegQIAhAB&usg=AOvVaw2MIEkPTJBy7qHA9EGUu9aw>. Acesso em: 10 Jun. 2019.

VICECONTI, P.; NEVES, S. Contabilidade básica. 16 Ed. São Paulo: Saraiva, 2015.

Publicado
2019-10-08
Seção
Artigo completo - Gestão de organizações públicas, privadas e do terceiro setor