CULTURA INOVATIVA NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL: Diagnóstico das práticas das prefeituras da região do Cone Sul do estado do Mato Grosso do Sul

  • Nathalli Prado de Jesus Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
  • Maurício Hiroyuki Kubo Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
  • Marco Antonio da Costa Silva Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Cultura Inovativa, Gestão Pública, Desenvolvimento, Microrregião Cone Sul.

Resumo

As organizações públicas passam por diversos desafios nos processos de mudanças pelo fato de serem grandes estruturas, com grande complexidade em todos os setores de atuação o que dificulta o processo de inovação. Muitos fatores dificultam o processo de construção de uma cultura inovativa nesses órgãos públicos, em que são fundamentais para a criação de um novo modelo de gestão mais efetivo que contribua para uma melhor prestação de serviços para a população. A presente pesquisa, em estágio inicial de um projeto de iniciação científica com fomento da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Câmpus de Naviraí, tem como objetivo analisar os fatores determinantes para a criação de uma cultura inovativa e como inseri-las nos mecanismos de gestão para que sejam mais adequados ao contexto atual, em prefeituras da região do Cone Sul, no Estado de Mato Grosso do Sul.

Referências

BERGUE, S.T. Gestão de Pessoas em Organizações Públicas. Caxias do Sul, RG: Educs, 2010.

BERGUE, S.T. Modelos de gestão em organizações públicas: teorias e tecnologias gerenciais para análise e transformação organizacional. - Caxias do Sul, RS: Educs, 2011

.

CAVALCANTE, P. CAMÕES, Marizaura. Inovação no setor público: avanços e caminho a seguir no Brasil. ENAP, 2017.

CAVALCANTE, P. Gestão pública contemporânea: do movimento gerencialista ao pós- NPM. Brasilia: Ipea, 2017. (Texto de Discussão, n. 2319).

GODOY, A. S. Estudo de caso qualitativo. In: GODOY, C. K., BANDEIRA-DE-MELLO, R. SILVA, A. B. (org.) Pesquisa Qualitativa em Estudos Organizacionais: Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Saraiva, 2006. p. 115-146.

GODOY, C. K., MATTOS, P. L. C. L. Entrevista qualitativa: instrumento de pesquisa e Evento Dialógico. In: GODOY, C. K., BANDEIRA-DE-MELLO, R. SILVA, A. B. (org) Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Saraiva, 2006. p. 301-323.

KLERING, Luis Roque; ANDRADE, Jackeline Amantino de. Inovação na gestão pública: compreensão do conceito a partir da teoria e da prática. In: JACOBI, Pedro; PINHO, José Antonio (Orgs.). Inovação no campo da gestão pública local. Novos desafios, novos patamares. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

QUEIROZ, Roberta Graziella Mendes; CKAGNAZAROFF, Ivan Beck. Inovação no setor público: uma análise do choque de gestão 2003-10) sob a ótica dos servidores e dos preceitos teóricos relacionados à inovação no setor público. rap — Rio de Janeiro 44(3):679-705, Maio/jun. 2010.

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio e de pesquisa em administração: guia para estágio, trabalhos de conclusão de curso, dissertações e estudos de casos. 3 ed, São Paulo: Atlas, 2009.

VIANNA, Ilca de Oliveira de A. Metodologia do trabalho científico: um enfoque didático da produção científica. São Paulo: E.P.U., 2001.

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

Publicado
2019-10-14