INCLUSÃO SOCIAL, SUSTENTABILIDADE ECONÔMICA E SOCIOAMBIENTAL: a experiência da Escola Especial Caminho da Esperança Pestalozzi

  • Milton Cesar Gasparini de Andrade Junior Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Fernanda Sápia Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • João Pedro Ferraz Zanetoni Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Geraldino Carneiro de Araújo Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: pessoa com deficiência, negócio de impacto, sustentabilidade

Resumo

Em 1988 fundou-se no município de Bonito-MS, a Escola Especial Caminho da Esperança Pestalozzi, que presta serviços gratuitos nas áreas de educação, saúde e assistência social, voltados aos deficientes da comunidade bonitense. Evidenciada sua importância social, o intuito desse texto é relatar a visita técnica realizada na Pestalozzi em abril de 2019, por meio do enfoque na caracterização da escola, inclusão social e a sustentabilidade econômica e socioambiental. Constatou-se uma constante luta da Pestalozzi para conquistar cada vez mais direitos para os deficientes e proporcionar a socialização dos mesmos.

Biografia do Autor

Milton Cesar Gasparini de Andrade Junior, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Bacharel em Administração
Fernanda Sápia Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Bacharela em Administração
João Pedro Ferraz Zanetoni, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Graduando em Administração
Geraldino Carneiro de Araújo, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Bacharel em Administração, Mestre em Agronegócios, Doutor em Administração e Docente na UFMS.
Publicado
2019-10-15