ANÁLISE COMPARATIVA DOS MÉTODOS DE AUTOMEDIÇÃO EM SITES DE VENDAS DE VESTUÁRIO

  • Amadeu de Brito
  • Danila Cristiane Marques Sanches Dockhorn
  • Marcelo da Silva Mello Dockhorn UFMS/CPNV
Palavras-chave: Moda, Comercio eletrônico, antropometria

Resumo

O fato da população brasileira abranger várias etnias, o país enfrenta problemas com tamanhos de roupas e vestibilidade, com isso, enfrenta problemas como a falta de padronização das roupas. Apesar da moda, ser a primeira categoria mais vendida no comércio eletrônico, varejistas online ainda enfrentam a falta de confiança do consumidor em adquirir roupas através de um site. Com isso, alguns sites disponibilizam métodos de automedição que auxiliam o consumidor a encontrar seu tamanho de roupa ideal. Por isso, este trabalho tem por objetivo, analisar se os métodos de automedição encontrados nos sites de vendas de vestuários, são coerentes com o método desenvolvido pelo SENAI CETIQT. Utilizou-se na metodologia, pesquisa quantitativa e exploratória, com o estudo da fundamentação teórica através de pesquisas bibliográficas. Os resultados apresentaram que os métodos de automedição, levantados em sites de vendas de vestuário não são totalmente coerentes, em relação ao método desenvolvido pelo SENAI CETIQT. A falta de coerência entre os métodos, se deve ao fato, de serem desenvolvidos finalidades distintas, pois nem todas as medidas do método SENAI CETIQT contemplam as medidas dos demais métodos e ainda assim, houveram diferenças nos resultados das medidas encontradas como: busto (medida masculina), cintura, braço e entrepernas.

Publicado
2019-09-03