A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO INTEGRADA NA DELEGACIA ESPECIALIZADA NO ATENDIMENTO À MULHER EM NAVIRAÍ-MS

  • Aline Suely Freitas Rodrigues dos Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Anne Gabriele dos Santos Stobienia Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Caroline Santos Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Laíssa de Freitas Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Pedro Antônio Siqueira Braga Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Jaiane Aparecida Pereira Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
Palavras-chave: Comunicação Integrada, Delegacia da Mulher, Polícia Civil, Violência contra a mulher.

Resumo

As delegacias especializadas de atendimento à mulher foram estruturadas com objetivo de assegurar um atendimento digno à mulher em situação de violência doméstica. As políticas de enfrentamento à violência contra a mulher têm sido intensificadas diante dos dados alarmantes de feminicídio e outros tipos de agressões. Em Naviraí, a delegacia da mulher começou a funcionar a partir do ano 2000. Diante da importância de divulgar o trabalho desenvolvido pela delegacia da mulher, o presente trabalho teve por objetivo conhecer as formas de comunicação utilizadas pela delegacia da mulher em Naviraí-MS. Para tanto, foi realizada uma entrevista semiestruturada com a assistente social que atende na delegacia. De forma geral, conclui-se que o trabalho de comunicação realizado pela delegacia da mulher em Naviraí tem sido feito de modo satisfatório se comparado a estrutura e ao número reduzido de funcionários que atuam na delegacia. Entretanto, reitera-se que seria necessário ampliar o número de palestras e de divulgação, o que se torna difícil com os recursos disponíveis.

Biografia do Autor

Jaiane Aparecida Pereira, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Doutoranda em Administração pela Universidade Estadual de Maringá - UEM

Professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Referências

BRASIL. Senado Federal. Observatório da Mulher contra à Violência. Disponível em: <https://www12.senado.leg.br/institucional/omv>. Acesso em: 10 ago. 2019.

BRASIL. Lei n. 11.340, de 7 de agosto de 2006. Cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11340.htm>. Acesso em: 10 ago. 2019.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

TREVISAN, N. M. O mito da comunicação integrada. Comunicação e Inovação, v. 3, n. 6, 2003.

Publicado
2019-10-08
Seção
Resumo expandido - Gestão de organizações públicas, privadas e do terceiro setor