PERCEPÇÃO DE FELICIDADE NA VISÃO DE HOMENS E MULHERES: um estudo no município de Naviraí, Mato Grosso do Sul

  • Adolpho Nilson Prado Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Érica Cristina do Amaral Mattos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Fayner Gustavo Alves Miguel Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Janaína de Oliveira Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Reynaldo Dezen Lima Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS/CPNV)
  • Jaiane Aparecida Pereira Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS
Palavras-chave: Percepção de felicidade, Mulher, Homem, Naviraí.

Resumo

O presente trabalho parte da seguinte problemática: Qual a percepção de homens e mulheres sobre a felicidade no município de Naviraí-MS? Para responder a essa indagação, o objetivo do presente trabalho foi analisar a visão de homens e mulheres do município de Naviraí-MS sobre a percepção de felicidade. Para atingir o objetivo proposto, foi desenvolvida uma pesquisa quantitativa descritiva por meio de um formulário estruturado aplicado a 524 entrevistados. Observou-se que as mulheres estão mais satisfeitas ou muito satisfeitas com relação a atividades educativas do que os homens. Os homens, por sua vez, estão mais satisfeitos ou muito satisfeitos do que as mulheres com relação a renda, com relação a bens materiais e com relação a satisfação com a vida em geral. As mulheres se mostram mais insatisfeitas com relação a preservação do meio ambiente e em relação a serviços públicos. Sendo assim, conclui-se que há pequenas diferenças nas percepções de homens e mulheres em relação a felicidade.

Biografia do Autor

Jaiane Aparecida Pereira, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Doutora em Administração pela Universidade Estadual de Maringá - UEM

Professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Referências

ARRUDA, M. As nove dimensões do FIB. PACS Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul. 2009. Disponível em: <http://30anos.pacs.org.br/wp-content/uploads/2016/10/PUB_MA_2009_003.pdf>. Acesso em: 11 abr. 2019.

DELA COLETA, J. A.; DELA COLETA, M. F. Felicidade, bem-estar subjetivo e comportamento acadêmico de estudantes universitários. Psicologia em Estudo, v. 11, n. 3, 2006.

DEL BIANCO, Tatiani Sobrinho et al. A felicidade da população trabalhadora de Cascavel/PR segundo a métrica do índice de Felicidade Interna Bruta. Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 8, n. 3, p. 390-406, set./dez. 2016.

FERRAZ, R. B.; TAVARES, H.; ZILBERMAN, M. L. Felicidade: uma revisão. Archives of Clinical Psychiatry, v. 34, n. 5, p. 234-242, 2007.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

RODRIGUES, S. A; BATISTELA, G. C; BARRETO, M. C. Percepção de felicidade da população do Estado de São Paulo: fatores determinantes. Revista Ciências Gerenciais, n° 12, vol. X, ano 2006.

Publicado
2019-10-23
Seção
Resumo expandido - Gestão de organizações públicas, privadas e do terceiro setor