EDUCADORES DO CAMPO: diversidades e desafios diante do eixo temático Terra, Vida e Trabalho no ensino fundamental I

Gláucia dos Santos Lemes, Sedeval Nardoque

Resumo


A partir das lutas dos povos do campo, entidades, instituições e movimentos sociais, a Reforma Agrária ganha força na redistribuição de terras. Essa luta por homens e mulheres do campo resulta na diminuição da desigualdade social e na conquista ao direito à escola do campo, que nas últimas décadas avançou significativamente e obteve algumas conquistas legais, políticas e pedagógicas. A Escola do Campo tem por finalidade a permanência do sujeito na terra, para que seu modo de vida, saberes, valores e cultura sejam resgatados e preservados. Assim, esse artigo tem por objetivo específico discutir e refletir sobre a Proposta Curricular do Eixo Temático Terra, Vida e Trabalho (TVT) do 1º ao 5º ano, com base na experiência docente em uma escola do campo, localizada a 45 km da cidade sede do município de Três Lagoas, MS, distrito de Arapuá, visto que TVT é o diálogo entre escola/comunidade. Para coleta de dados utilizou-se de um questionário junto aos professores que ministram o Eixo Temático TVT. Na pesquisa bibliográfica foram adotadas como suporte teórico os autores Almeida e Kudlavicz (2013), Bernardi (2013), Caldart (2016), Lemes (2014) e Nardoque (2013).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

  Creative Commons License  Este trabalho está licenciado sob uma Licença Internacional Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0