SALA MULTISSERIADA: desafios e realidade no município de Selvíria/MS

Verônica dos Passos Fachini, André Ricardo dos Santos Bersani

Resumo


Este texto é um relato sobre a educação e as escolas do campo a partir da experiência de uma sala multisseriada. Conforme Arroyo (1999), multi: vários, seriado: séries; logo pode ser caracterizada por um conjunto de séries dentro de uma mesma sala de aula. Durante anos, a educação nas escolas do campo manteve sua estrutura didático-pedagógica inabalada. A partir da década de 70, a luta por uma educação do campo diferenciada passou a fazer parte das políticas públicas direcionadas aos sujeitos de nele e dele vivem. A lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (9394/96) é clara na garantia dos direitos dessa minoria ao afirmar que “[...] na oferta de educação Básica para a população os sistemas de ensino promoverão as adaptações necessárias à sua adequação, as peculiaridades de vida no campo, e, de cada região” (art.28). O desafio que o docente enfrenta em localidades isoladas, acumulando diversas funções: ensinar, limpar, supervisionar, dirigir, coordenar, etc., por vezes não são reconhecidas. É necessário ressaltar a importância de políticas públicas e programas que apontem possibilidades eficientes para que possam atender as reais necessidades educacionais dos camponeses. O objetivo que buscamos é demonstrar que mesmo em uma sala multisseriada, o ensino ofertado pode ser de qualidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

  Creative Commons License  Este trabalho está licenciado sob uma Licença Internacional Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0