A historiografia francesa do século XIX nas páginas da Revue Historique (1876- 1914)

Clayton Ferreira e Ferreira Borges

Resumo


O presente artigo tem por objetivo analisar a Revue Historique por meio de um mapeamento de ordem quantitativa da produção historiográfica publicada no periódico entre os anos de 1876-1914. Deste ponto de partida realizamos uma breve análise qualitativa sobre os dados levantados, com vistas a contextualizar a conjuntura intelectual que subsumiu o historicismo francês, especificamente no que se refere à – genericamente – conhecida Escola Metódica. Assim como procura jogar luz sobre a importância desta geração de intelectuais no interior do processo de constituição epistemológica e institucionalização acadêmica da história na França durante a segunda metade do século XIX, para além dos mitos historiográficos produzidos pela escola dos annales, tautologicamente reproduzidos na tradição historiográfica brasileira.


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

ARRAIS, Cristiano Alencar. A Escola Metódica e o conhecimento histórico como problema. Emblemas, Catalão, v.01, n.02, s/p, 2006. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/emblemas/article/view/11389

BENTIVOGLIO, Julio. A Historische Zeitschrift e a historiografia alemã do século XIX. História da historiografia. Ouro Preto, número 6, p. 81-101, março 2011.

__________________. Historiografia e máquinas de guerra: a história da história como um estudo de relações de forças com breves apontamentos sobre a Escola Histórica Alemã e a Escola dos Annales. História Revista. Goiânia, v. 17, n. 1, p. 223-238, jan./jun. 2012. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/historia/article/ view/21720

___________________. Revistas de História: objeto privilegiado para se estudar a História da Historiografia? In: ARRAIS, Cristiano Alencar; BENTIVOGLIO, Julio (org.). As Revistas de História e as dinâmicas do campo historiográfico. Editora Milfontes, 2017, p.7-30.

___________________. Marc Bloch. In: BENTIVOGLIO, Julio; LOPES, Marcos Antônio (org.). A constituição da história como ciência: de Ranke a Braudel. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013, p.213-254.

BOURDÉ, Guy & MARTIN, Hervé. As Escolas Históricas. Lisboa: Editora Europa-América, 1983.

BRAUDEL, Fernand. Escritos sobre a história. São Paulo: Perspectiva, 1978.

CARBONELL, Charles-Olivier. L'histoire dite “positiviste” en France. Romantisme: Revue du dix-neuvième siècle. Les positivismes. França. n.21-22, p. 173-185, 1978. Disponível em: http://www. persee.fr/web/revues/home/prescript/article/roman_0048-8593_1978_num_8_21_5216

COMTE, Auguste. Curso de filosofia positiva. Discurso sobre o espírito positivo; Discurso preliminar sobre o conjunto do positivismo. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

FEBVRE, Lucien. Combates pela história. Editorial Presença, 1977.

HARTOG, François. O século XIX e a História: O caso Fustel de Coulanges. Rio de Janeiro: UFRJ, 2003.

MARTINS, Estevão C. de Rezende. Historicismo: o útil e o desagradável. In: ARAUJO, Valdei Lopes. et al. A dinâmica do Historicismo: revisitando a historiografia moderna. Belo Horizonte: Argvmentvm, 2008, p.15-48.

MATA, Sérgio da. Leopold von Ranke (1795-1886): apresentação. In: MATINS, Estevão de Rezende. (org.). A história pensada: teoria e método na historiografia europeia do século XIX. São Paulo: Contexto, 2010, p.187-215.

MEINECKE, Friedrich. El historicismo y su génesis. México: Fondo de Cultura Económica, 1943.

MONOD, Gabriel. Do progresso dos estudos históricos na França desde o século XVI. In: MALERBA, Jurandir. (org.). Lições de História: o caminho da ciência no longo século XIX. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010, p.332-352.

RANKE, Leopold von. Sobre o caráter da ciência histórica. In: MALERBA, Jurandir. (org.). Lições de História: o caminho da ciência no longo século XIX. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010, p. 141-154.

REIS, José Carlos. A história, entre a filosofia e a ciência. São Paulo: Ática, 1996.

REIS, José Carlos. Henri Berr. In. MALERBA, Jurandir (Org.) Lições de História: o caminho da ciência no longo século XIX. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010, p.413-423.

WHELING, Arno. A invenção da história: estudos sobre o historicismo. Rio de Janeiro: UGF; Niterói: UFF, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 Qualis B-4

    

Resultado de imagem para latinrev