Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: investigando a compreensão de professores acerca do Pensamento Algébrico

Miriam Criez Nobrega Ferreira, Alessandro Jacques Ribeiro, Carlos Miguel Ribeiro

Resumo


Nos dias atuais muito se tem pesquisado, internacionalmente, sobre o trabalho com o Pensamento Algébrico nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Porém tais pesquisas têm se voltado mais para o aluno que aprende do que para o professor que ensina. Considerando a importância do conhecimento matemático do professor na aprendizagem dos alunos e referendando a potencialidade do trabalho com o Pensamento Algébrico, este artigo se propõe a identificar qual a compreensão de professores dos Anos Iniciais acerca do significado do Pensamento Algébrico e em que medida eles reconhecem os elementos que o constituem. Para tal, a partir de um processo de formação, analisa-se a compreensão dos professores acerca desse pensamento. Os resultados evidenciam que, no que se refere ao trabalho com o Pensamento Algébrico os professores possuem um conhecimento mais voltado para o saber fazer, em detrimento do conhecimento do conteúdo a ser ensinado.


Palavras-chave


Álgebra nos Anos Iniciais. Pensamento Algébrico. Conhecimento Matemático dos Professores.

Texto completo:

53-73

Referências


BLANTON, M.; KAPUT, J. Characterizing a classroom practice that promotes algebraic reasoning. Journal for Research in Mathematics Education, Boston, v. 36, n. 5, p. 412–446, 2005.

BOAVIDA, A. M.; SILVA, M.; FONSECA, P. Pequenos investigadores matemáticos: do pensamento à comunicação e da comunicação ao pensamento. Educação e Matemática, Portugal, n. 102, p.2-10, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Básica. PNAIC: Pacto Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa. Cadernos de Formação. Brasília: MEC/SEF, 2014.

CANAVARRO, A. P. O pensamento algébrico na aprendizagem da Matemática nos primeiros anos. Quadrante, Lisboa-PT, v. 16, n. 2, p. 81-118, 2007.

CARRAHER, D. W. et al. Arithmetic and algebra in early Mathematics Education. Journal for Research in Mathematics Education, v. 2, n. 37, p. 87-115, mar. 2006.

CARRAHER, D. W.; SCHLIEMANN, A. D. Early Algebra Teaching and Learning. In: LERMAN, Steve (Ed.) Encyclopedia of Mathematics Education. London: Springer, p. 193-96, 2014.

CAVALCANTE, J. L. Formação de professores que ensinam matemática: saberes e vivências a partir da resolução de problemas. Jundiaí: Paco Editorial, 2013. 152 p.

CURI, E. Formação de professores polivalentes: uma análise dos conhecimentos para ensinar Matemática e das crenças e atitudes que interferem na constituição desses conhecimentos. 2004. 278 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – PUC/SP, São Paulo, 2004.

CURI, E. A formação matemática de professores dos anos iniciais do ensino fundamental face às novas demandas brasileiras. Revista Iberoamericana de Educação, OEI, v. 37, n. 35, p.1-9, 25 jan. 2006.

CYRINO, M. C. C. T.; OLIVEIRA, H. M. Pensamento algébrico ao longo do Ensino Básico em Portugal. Bolema, Rio Claro-SP, v. 24, n. 38, p. 97-126, 2011.

XXXXXXXX (2017). Álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: uma análise do conhecimento matemático acerca do Pensamento Algébrico. Dissertação de Mestrado. Universidade XXXXXXXXX

XXXXXXX. Álgebra nos anos iniciais do ensino fundamental: uma análise dos documentos curriculares nacionais. 2017. (no prelo).

XXXXXXXXX. Conhecimento matemático para ensinar álgebra nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, 2017 (no prelo).

FIORENTINI, D.; MIORIM, M. A.; MIGUEL, A. Contribuição para um repensar... a educação algébrica elementar. Pro-Posições, Campinas, v. 7, n. 1, p. 79-91, mar. 1993.

KIERAN, C. Algebraic thinking in the early grades: What is it? The Mathematics Educator, Georgia, v. 8, n. 1, p. 139-151, 2004.

MASON, J. Expressing generality and roots of algebra. In N. Bednarz, C. Kieran, & L. Lee (Eds.), Approaches to algebra. Dordrecht: Kluwer, p. 65–86, 1996.

MESTRE, C. M. M. V.; OLIVEIRA, H. O pensamento algébrico e a capacidade de generalização de alunos do 3.º ano de escolaridade do ensino básico. In: GUIMARÃES, C.; REIS, P. (Org.) Professores e infâncias: estudos e experiências. São Paulo: Junqueira & Marin, 2011. p. 201-223.

NACARATO, A. M.; MENGALI, B. L. S.; PASSOS, C. L. B. A matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: tecendo fios do ensinar e do aprender. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

NATIONAL COUNCIL OF TEACHERS OF MATHEMATICS. Principles and standards for school mathematics. Reston, VA: NCTM, 2000.

PONTE, J. P. Números e álgebra no currículo escolar. In: VALE, I. et al. (Org.), Números e álgebra na aprendizagem da matemática e na formação de professores. Porto: SEM/SPCE, p. 5-27, 2006.

PONTE, J.; BRANCO, N.; MATOS, A. Álgebra no Ensino Básico. Ministério da Educação, Portugal, Direção Geral de Integração e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC), Portugal, 2009.

RIBEIRO, Carlos Miguel. A importância do conhecimento do conteúdo matemático na prática letiva de uma professora: discutindo um modelo de análise. Zetetiké, Campinas, v. 19, n. 35, p.71-102, 2011.

RUSSELL, S. J.; SCHIFTER, D.; BASTABLE, V. Developing algebraic thinking in the context of arithmetic. In: CAI, J.; KNUTH, E. (Ed.). Early algebraization. Heidelberg: Springer Berlin, 2011. p. 43-69. (Advances in Mathematics Education).

SAVIANI, D. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação, Campinas, v. 14, n. 40, p.143-155, jan./abr. 2009.

SCHLIEMANN, A. D.; CARRAHER, D. W.; BRIZUELA, B. M. Bringing out the algebraic character of arithmetic: From children’s ideas to classroom practice. Mahwah, New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates, 2007.

SHULMAN, L. S. Those who understand: Knowledge growth in teaching. Educational Researcher, Washington, v. 15, n. 2, p. 4-14, Feb. 1986.

SHULMAN, L. S. Knowledge and teaching: Foundations of the new reform. Harvard Educational Review, Cambridge, n. 57, p. 1-22, 1987.

SILVA, D. P.; SAVIOLI, A. M. P. D. Caracterizações do pensamento algébrico em tarefas realizadas por estudantes do ensino fundamental I. Revista Eletrônica de Educação – UFSCar, São Carlos-SP, v. 6, n. 1, p.206-222, maio 2012.

TRUJILLO, P. A.; CASTRO, E.; MOLINA, M. El processo de generalización: um estúdio com futuros maestros de primaria. Indivisa, Monografia XII, p. 73-90, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License

INDEXADORES

      Resultado de imagem para latindex indexador