POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL

reflexões sobre o período de 1979 a 2016

  • Telma Romilda Duarte Vaz UFMS/CPNV
  • Elisângela Campos dos Santos Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
  • Thiago Camilo
  • Dirceu Fernandes de Oliveira
  • Evandro Oliveira Pereira

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi elaborar, a partir de um recorte que vai do governo do presidente
João Batista Figueiredo até o governo da Presidenta Dilma Roussef, a análise dos
investimentos em alguns indicadores de educação no Brasil. Trata-se de um estudo
quantitativo em estágio inicial que vai ser debruçar sobre dados secundários do INEP, IBGE e
outros estudos. Para efeito de análise foram consideradas 5 indicadores adaptados do Góis
(2018), IBGE (2020) e INEP (2020), são eles: Taxa de analfabetismo adulto; Crianças fora da
escola (4 a 17 anos); Proporção de crianças de 0 a 17 anos na população total; Produto Interno
Bruto (PIB) e População do Brasil. A análise dos dados permite constatar uma melhora
significativa nos indicadores, sobretudo nos governos do presidente “Lula” e Dilma Roussef.

Biografia do Autor

Elisângela Campos dos Santos, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
Ciências Sociais Licenciatura
Publicado
2020-10-30
Como Citar
VAZ, T. R. D.; DOS SANTOS, E. C.; CAMILO, T.; OLIVEIRA, D. F. DE; PEREIRA, E. O. POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 4, n. 1, 30 out. 2020.