ANÁLISE DO IMPACTO DOS INSTRUMENTOS DE GESTÃO PRECONIZADOS PELO SUS NOS INDICADORES DE SAÚDE

Um estudo dos municípios que compõem a região da Grande Florianópolis

Resumo

O presente artigo tem por objetivo geral analisar o impacto do planejamento municipal no desempenho dos indicadores de saúde para a população local. Esta pesquisa se caracteriza como aplicada, qualitativa e quantitativa, além de bibliográfica e documental. Foram utilizadas as informações disponíveis na Sala de Apoio à Gestão Estratégica quanto às entregas dos instrumentos de gestão preconizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e na plataforma IBGE Cidades referentes ao indicador de mortalidade infantil e de morbidade hospitalar de internações por diarréia dentro do recorte dos vinte e dois municípios que compõem a região de saúde da Grande Florianópolis. O estudo identificou que apenas sete destes municípios entregam os instrumentos de gestão conforme recomendado pelo SUS. Identificou ainda que não é possível observar impacto do planejamento nos indicadores levantados, visto que os sete municípios que entregaram o plano assumem posições diferentes em relação ao desempenho no referido indicador, o que pode ser um indicativo de que a entrega do documento não signifique que um processo adequado de planejamento foi realizado.

 

Palavras-chave: Plano Municipal de Saúde; Gestão Pública; Planejamento; Indicadores de saúde; SUS.

Publicado
2021-10-15
Como Citar
BIONDO SILVA, M. L.; BORNIA, A. C.; SAFANELLI, A. ANÁLISE DO IMPACTO DOS INSTRUMENTOS DE GESTÃO PRECONIZADOS PELO SUS NOS INDICADORES DE SAÚDE. Encontro Internacional de Gestão, Desenvolvimento e Inovação (EIGEDIN), v. 5, n. 1, 15 out. 2021.
Seção
EIXO 2 - Artigo Completo - Administração Pública e Terceiro Setor