Educação Matemática, História e Ficção na Etnomatemática

  • Fabio Lennon Marchon Universidade Federal Fluminense

Resumo

Este texto apresenta os resultados de uma pesquisa realizada em nível de doutoramento junto à Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense. Investigaram-se aspectos da narrativa histórica materializada na obra do educador matemático Ubiratan D’Ambrosio, circunscritos ao campo da Educação Matemática e orientados para a defesa e a divulgação da Etnomatemática. A principal referencia teórico-metodológica inspira-se nos trabalhos de Paul Ricoeur (a escrita da história, a narrativa histórica e ficcional, o processo interpretativo/hermenêutico). Priorizou-se na análise e interpretação os elementos da composição da intriga de algumas das narrativas do mundo do texto etnomatemático assinado por D’Ambrosio. Evidenciou-se na obra do educador matemático a existência de um entrecruzamento referencial, no plano narrativo, em que acontecimentos, fatos e ficções são coordenados a partir dos aspectos poéticos e retóricos da escrita do texto a fim de contar uma história da História.

Biografia do Autor

Fabio Lennon Marchon, Universidade Federal Fluminense

Doutor em Educação pela Universidade Federal Fluminense Professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense, Brasil. E-mail: fabiolennon@id.uff.br.

Referências

D’Ambrosio, U. (1985). Socio-Cultural bases for Mathematics education. Transcrição de uma palestra realizada pelo autor. São Paulo: UNICAMP.

D’Ambrosio, U. (1986). Da realidade à ação: reflexões sobre Educação e Matemática. São Paulo: Summus; Campinas: Ed. Da Universidade Estadual de Campinas.

D’Ambrosio, U. (1990). Etnomatemática: Arte ou técnica de explicar ou conhecer. São Paulo: Ática.

D’Ambrosio, U. (2011a). Etnomatemática: Elo Entre as Tradições e a Modernidade. Coleção tendências em Educação Matemática, 4. Belo Horizonte: Autêntica.

D’Ambrosio, U. (2011b). Uma História Concisa da Matemática no Brasil. Petrópolis: Vozes.

Genett, G. (2009). Paratextos editoriais. São Paulo: Ateliê.

Marchon, F.L. (2018). A Poética, a Retórica e a Narrativa do Mundo do Texto Etnomatemático d’ambrosiano. Tese de Doutorado em Educação. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense.

Moises, M. (2012). A criação literária: poesia e prosa. São Paulo: Cultrix.

Muniz, N. C. (2013) Relatos de memórias: a trajetória histórica de 25 anos da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (1988-2013)]. São Paulo: Editora Livraria da Física.

Reuter, Y. (2014). A análise da narrativa: o texto, a ficção e a narração. Rio de Janeiro: Difel.

Ricoeur, P. (1978). O Conflito das interpretações: ensaios de hermenêutica. Tradução Hilton Japiassu. Rio de Janeiro: Imago Editora LTDA.

Ricoeur, P. (1990) Interpretação e ideologias. Tradução Hilton Japiassu. Rio de Janeiro: Francisco Alves.

Ricoeur, P. (2007). A Memória, a história, o esquecimento. Tradução Alain François [et al.]. Campinas, SP: Editora da Unicamp.

Ricoeur, P. (2011a). Escritos e Conferências 2: Hermenêutica. Tradução Lúcia Pereira de Souza. São Paulo: Edições Loyola.

Ricoeur, P. (2011b). Teoria da interpretação: o discurso e o excesso de significação. Lisboa: Edições 70.

Ricoeur, P. (2012a). Tempo e narrativa 1: A intriga e a narrativa histórica. São Paulo: Martins Fontes.

Ricoeur, P. (2012b). Tempo e narrativa 2: A configuração do tempo na narrativa de ficção. São Paulo: Martins Fontes.

Ricoeur, P. (2012c). Tempo e narrativa 3: O tempo narrado. São Paulo: Martins Fontes.

Ricoeur, P. (2013). O Discurso da Ação. Lisboa: Edições 70.

Ricoeur, P. (2014). O si-mesmo como outro. Tradução de Ivone C. Benedetti. São Paulo: Wmf Martins fontes.

Ricoeur, P. (2015). A Metáfora Viva. Tradução Dion Davi Macedo. Coleção Leituras Filosóficas. São Paulo: Edições Loyola.

Veyne, P.M. (1982). Como se escreve a história; Foucault revoluciona a história. Brasília: Editora Universidade de Brasília.

White, H. (2014). Trópicos do Discurso: Ensaios sobre a crítica da cultura. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

Publicado
2020-10-24
Como Citar
Marchon, F. L. (2020). Educação Matemática, História e Ficção na Etnomatemática. Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (5), 1-5. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/10813
Seção
Sessões Coordenadas