Análise de Alguns Programas de Aritmética para o Ensino Primário em Tempos de Escola Nova

  • Viviane Barros Maciel Docente Universidade Federal de Goiás, Regional de Jataí, Curso de Pedagogia

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar a conformação das prescrições oficiais de alguns programas de aritmética para o primeiro ano do ensino primário utililizados por diversos estados brasileiros no período compreendido entre 1920 e 1940. Assim buscar-se-á responder de que forma se configuraram estes programas no cenário brasileiro em tempos de pedagogia de escola nova, considerando-se como foco de pesquisa conteúdos e orientações pedagógicas prescritas nestes. As fontes analisadas encontram-se disponíveis no repositório institucional da Universidade Federal de Santa Catarina, podendo ser acessadas em qualquer tempo e espaço. Para a análise das mesmas contou-se com o aporte teórico-metodológico da história cultural e história das disciplinas escolares. Os resultados apontam aspectos da trajetória dos saberes matemáticos escolares, mostrando pontos de convergências entre os programas analisados e as finalidades do ensino brasileiro da época, buscando contribuir com a história matemática escolar e de forma mais ampla, com a história da educação no Brasil.

Referências

CARVALHO, M. C. C. Modernidade Pedagógica e Modelos de Formação Docente. São Paulo: São Paulo em Perspectiva, vol.14, n.1, jan./mar., 2000.

CHARTIER, R. A história cultural – entre práticas e representações. Lisboa: Editora Difel; Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil S. A., 1990.

CHERVEL, André. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Porto Alegre: Teoria e Educação, n. 2, 1990.

SILVA, Nancy Ribeiro de Araújo e. Tradição e Renovação Educacional em Goiás. Goiânia: Oriente, 1975.

SOUZA, Rosa Fátima. Objetos de ensino: a renovação pedagógica e material da escola primária no Brasil, no século XX. Educar em Revista. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/1550/155028215007.pdf. .N. 4. Julio-Septiembre, 2013, p. 103-120

VALENTE, W. R. O ensino intuitivo da Aritmética e as Cartas de Parker. Anais do V Congresso Brasileiro de História da Educação. São Cristóvão: Universidade Federal de Sergipe; Aracaju: Universidade Tiradentes, 2008.

______________ Lourenço Filho, as cartas de Parker e as transformações da aritmética escolar. Anais do VII Congresso Brasileiro de História da Educação. Universidade Federal de Mato Grosso. Local: Cuiabá – MT. Disponível em http://sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe7/pdf/06. Maio, 2013

______________.A era dos tests e a pedagogia científica: um tema para pesquisas na educação matemática. Revista Acta Scientiae: Revista de Ensino de Ciências e Matemática. Ed. Ulbra. v.16. 2014.

VIDAL, D.G. Escola nova e processo educativo. In: Lopes, E. M.; Faria Filho, L. M.; Veiga, C. G. (Orgs.). 500 anos de Educação no Brasil. 3ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

Homepages

Repositório Institucional da Universidade Federal de Santa Catarina Disponível em: . Acesso em 13 de julho de 2014

Publicado
2022-01-06
Como Citar
Maciel, V. B. (2022). Análise de Alguns Programas de Aritmética para o Ensino Primário em Tempos de Escola Nova. Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 292-303. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15130
Seção
Sessões Coordenadas