As Transformações na Estrutura do Curso de Licenciatura em Matemática do Campus de Cuiabá da UFMT: da fundação da universidade até os primeiros anos do Século XXI

  • Vinicius Machado Pereira dos Santos Docente da Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Campus Cuiabá.

Resumo

O presente texto tem como objetivo apresentar a trajetória das estruturas do curso de formação de professores de matemática da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, campus de Cuiabá. Mostramos as transformações realizadas na configuração do curso de Licenciatura em Matemática nas três últimas décadas do século XX e anos iniciais do XXI. A UFMT nasce com a junção da Faculdade de Direito de Cuiabá com o Instituto de Ciências e Letras de Cuiabá no final da década de 60 do séc. XX. Neste Instituto já havia um curso de Licenciatura em Matemática que foi assumido prontamente pela UFMT. Portanto a história do curso de Licenciatura em Matemática da UFMT do campus de Cuiabá está intimamente ligada à própria história da instituição. Buscamos apresentar os diversos currículos do curso no período da fundação da UFMT até os primeiros anos do Século XXI. A pesquisa se baseou em análise documental e revisão bibliográfica. Trata-se de parte da pesquisa “Disciplinas Acadêmicas, Escolares e suas movimentações nos currículos de formação de professores de Matemática da UFMT, campus de Cuiabá”, trabalho desenvolvido junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas – PPGECEM, da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática – REAMEC, na linha de pesquisa Formação de Professores para a Educação em Ciências e Matemática.

Referências

BRAGA, M. M. A Licenciatura no Brasil: um breve histórico sobre o período 1973/1987. Ciência e Cultura. São Paulo. 40 (2), fev. 1988. p. 151 - 157.

BRASIL. LEI Nº 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1º e 2º graus, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1971. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/. Acesso em setembro de 2013.

CUNHA, José Marcos Pinto da. Dinâmica migratória e o processo de ocupação do Centro-Oeste brasileiro: o caso de Mato Grosso. R. bras. Est. Pop., São Paulo, v. 23, n. 1, p. 87-107, jan./jun. 2006.

FAVERO, M. de L. de A. A Universidade no Brasil: das origens à Reforma Universitária de 1968. Educar, Curitiba: UFPR, n. 28, p. 17-36, 2006.

LAZZAROTTO, A. As Ações da Universidade Federal de Mato Grosso na Formação Continuada dos Professores do Ensino Fundamental na Área de Ciências: Revisão Histórico-crítica. Campinas: UNICAMP, dissertação, 1995.

UFMT. Curso de Licenciatura Plena em Ciências Matemáticas e da Natureza, com formação nas áreas de Ensino de Química e/ou Ensino de Física e/ou Ensino de Biologia e/ou Ensino de Matemática. Cuiabá: UFMT, mimeografado, 1995.

______. Catalogo Geral 1979. Cuiabá: UFMT, 1979.

______. Catalogo Geral 1986-1987. Cuiabá: UFMT, Vol. 4, 1986.

______. Justificativa para a proposta de transformação da Licenciatura Curta em Ciências com Habilitações em Matemática, Física, Química e Biologia Em Licenciatura Plena em Matemática, Física, Química e Biologia. Cuiabá: UFMT, mimeografado, s.d.

_____. Resolução Nº 013/85 – CONSEPE. Cuiabá: UFMT, 1985.

_____. Resolução CD Nº 64/85. Conselho Diretor. Cuiabá: UFMT, 1985b.

_____. Resolução CONSEPE Nº 23, de 23 de novembro de 1992. Cuiabá: UFMT, 1992.

Publicado
2022-01-07
Como Citar
Santos, V. M. P. dos. (2022). As Transformações na Estrutura do Curso de Licenciatura em Matemática do Campus de Cuiabá da UFMT: da fundação da universidade até os primeiros anos do Século XXI . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 535-544. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15153
Seção
Sessões Coordenadas