Os Materiais Didáticos Utilizados no Ensino Primário dos Saberes Elementares Matemáticos: uma análise aos documentos oficiais da década de 1930

  • Jéssica Cravo Santos Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática (NPGECIMA) da Universidade Federal de Sergipe. Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil. E membro do Núcleo de Investigação sobre História e Perspectivas Atuais da Educação Matemática (NIHPEMAT), coordenado pela Prof.ª Dr.ª Ivanete Batista dos Santos.

Resumo

Neste artigo são apresentados os resultados de uma pesquisa, que tem por objetivo identificar e analisar as indicações feitas ao uso dos materiais didáticos para o ensino dos saberes elementares matemáticos: a Aritmética, a Geometria e o Desenho, nos grupos escolares sergipanos, presente nas normativas oficiais do ensino primário durante a década de 1930. Na tentativa de alcançar tal propósito foram examinados os seguintes documentos: o decreto nº. 25 de 1931, o programa escolar de 1931, o relatório geral de 1931 e o programa escolar de 1938. Como referencial bibliográfico, foram adotados autores como Valdemarin (2004) para entendimentos sobre o método intuitivo; Vasconcelos (1996) sobre o princípio escolanovista, Azevedo (2009) para informações sobre os grupos escolares sergipanos e Valente (2008) sobre as Cartas de Parker. Com base na análise dos dados, constata-se que os materiais didáticos utilizados, eram em grande parte, àqueles presentes no cotidiano da criança, para auxílio no processo de contagem. Também há indicação ao uso das Cartas de Parker e dos contadores mecânicos, para o ensino dos saberes elementares aritméticos. Enquanto os objetos utilizados no ensino dos saberes elementares geométricos se resume a classificação de formas geométricas.

Referências

AZEVEDO, C. B. de. Grupos Escolares em Sergipe (1911-1930): cultura escolar, civilização e escolarização da infância. Natal, RN: EDUFRN – Editora da UFRN, 2009.

CARVALHO, M. M. C. de. Reformas da Instrução Pública. In: LOPES, E. M. T. et al. 500 anos de Educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

NASCIMENTO, J. C. Notas para uma reflexão acerca da escola primária republicana em Sergipe (1889 – 1930). In: ARAUJO, J. C. S; SOUZA, R. F. de; NUNES P. R. Escola primária na primeira Republica (189-1930): subsídios para uma história comparada. Araraquara, SP: Junqueira&Marin, 2012.

PINHEIRO, Nara Vilma Lima. ESCOLAS DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS INOVADORAS: Intuição, Escolanovismo e Matemática Moderna nos primeiros anos escolares. (Dissertação de Mestrado). Guarulhos: Universidade Federal de São Paulo, 2013.

VALDEMARIN, V. T. Os sentidos da experiência: professores, alunos e métodos de ensino. In: SAVIANI, D.et al. O legado educacional do século XX no Brasil. 1 ed. Campinas: Autores Associados, 2004a.

VALDEMARIN, V. T. Estudando as lições de coisas: análise dos fundamentos filosóficos do Método de Ensino Intuitivo. Campinas: Autores Associados, 2004b.

VALENTE, W. R. Quem somos nós, professores de Matemática? In: Caderno do Cedes, v. 28. n. 74. Campinas: Unicamp, 2008a.

VALENTE, W. R. O ensino intuitivo da Aritmética e as Cartas de Parker. Anais do V Congresso Brasileiro de História da Educação. Aracaju, SE: UFS, 2008b.

VASCONCELOS, M. S. A difusão das ideias de Piaget no Brasil. Coordenador Lino de Macedo. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996. Publicações Oficiais

SERGIPE, Relatório Anual. Aracaju: Typ. d’ O Luctador, 1931.

SERGIPE, Colecção de Leis e Decretos de 1931. Decreto Nº. 25 de 03 de fevereiro de 1931. Aracaju: Imprensa Official, 1931.

SERGIPE, Programma para o curso primário. Aracaju: Imprensa Official,1931. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/116817>. Acesso em: 27 de junho de 2014.

SERGIPE, Programa para o ensino das Escolas Primárias Públicas e Particulares do Estado. Aracaju: Imprensa Official, 1938. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/116815>. Acesso em: 03 de julho de

Publicado
2022-01-07
Como Citar
Santos, J. C. (2022). Os Materiais Didáticos Utilizados no Ensino Primário dos Saberes Elementares Matemáticos: uma análise aos documentos oficiais da década de 1930 . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 554-564. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15156
Seção
Sessões Coordenadas