Vestígios do Ensino de Matemática em um Grupo Escolar Capixaba

  • Ana Cláudia Pezzin Mestranda em Ensino na Educação Básica na Universidade Federal do Espírito Santo/UFES - Campus São Mateus
  • Moysés Gonçalves Siqueira Filho Docente na Universidade Federal do Espírito Santo/UFES - Campus São Mateus.

Resumo

Apresenta os resultados da pesquisa realizada por Pezzin (2012) ao Curso de Especialização em Ensino na Educação Básica, do Departamento de Educação e Ciências Humanas da Universidade Federal do Espírito Santo/UFES, sob a orientação do Prof. Dr Moysés Gonçalves Siqueira Filho, intitulada Grupo Escolar Amâncio Pereira (1946-1975): Organização, Contexto Histórico e Educação Matemática. Considera as atividades escolares vivenciadas durante o século passado no Grupo Escolar Amâncio Pereira localizado na cidade de São Mateus/ES. Situa as práticas escolares em termos sociais, políticos e econômicos. Utiliza arquivos como fontes primárias, além de reflexões e compreensões possibilitadas pelas fontes secundárias. Considera o cenário socioeconômico do país e a promessa de progresso que os Grupos Escolares representavam para as camadas mais populares da sociedade que, em sua maioria não tinha acesso à educação.

Referências

BENCOSTTA, M. L. A. Desfiles patrióticos: memória e cultura cívica dos grupos escolares de Curitiba (1903-1971). In: VIDAL, D. G. (Org.). Grupos Escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893 - 1971). Campinas: Mercado das Letras, 2006. p. 299-321.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática/5ª a 8ª séries. Brasília: MEC/SEF, 1998.

COUTINHO, J. M. Uma História da Educação no Espírito Santo. Vitória: Departamento Estadual de Cultura/ Secretaria de produção e Divisão Cultural UFES, 1993.

FALCÃO, E. B. de L. História do ensino da leitura no Espírito Santo (1946-1960). 2010. 280 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2010.

FERREIRA, L. V. A História dos Grupos Escolares no Espírito Santo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 1., 2000, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos... Disponível em <http://www.sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe1/anais/164_viviane.pdf>. Acesso em: 26 nov. 2011

FIORENTINI, D. Alguns modos de ver e conceber o ensino da Matemática no Brasil. Zetetiké, Campinas:UNICAMP, ano 3, n. 4, p.1-37. 1995.

MATOS, J. M.; VALENTE, W. R. Estudos comparativos sobre a reforma da Matemática Moderna. In: . A reforma da Matemática Moderna em contextos ibero-americanos. Portugal: [s.n.], 2010. p. 1-8.

NARDOTO, E. O.; OLIVEIRA, H. L. História de São Mateus. 2 ed. São Mateus: Atlântica, 2001.

PEZZIN, A. C. Grupo Escolar Amâncio Pereira (1946-1975): Organização, Contexto Histórico e Educação Matemática. 2012. 79f. Monografia (Especialização em Ensino na Educação Básica) - Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica, Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus, 2012.

PINTO, N. B. O impacto da Matemática Moderna na cultura da escola primária brasileira. In: MATOS, J. M.; VALENTE, W. R. (Ed.). A reforma da Matemática Moderna em contextos ibero-americanos. Portugal: [s.n.], 2010. p. 9-40.

RÉBOLI, A. V. Amâncio Pereira: um representante da elite mulata capixaba. [s.d.]. Projeto de Pesquisa do CNPq, Universidade Federal do Espírito Santo. Disponível em < http://www.cchn.ufes.br/nudes/relatorios/8.pdf>. Acesso em 20 de mar. 2012.

SAVIANI, D. O legado educacional do “longo século XX” brasileiro. In: ________. O legado educacional do século XX no Brasil. 2 ed. Campinas: Autores Associados, 2006. p. 9-57.

SILVA, D. G. da. Ilhas de Saber: Representações e práticas das escolas isoladas do estado de São Paulo (1933-1943). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, 3., 2004, Curitiba. Anais eletrônicos... Disponível em < http://sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe3/Documentos/Individ/Eixo4/160.pdf>. Acesso em: 09 jul. 2012.

SOUZA, R. F. de. Lições da Escola Primária. In: SAVIANI, D. [et al.]. O legado educacional do século XX no Brasil. 2 ed. Campinas: Autores Associados, 2006. p. 109-161

SOUZA, R. F. de; FARIA FILHO, L. M. de. A contribuição dos estudos sobre grupos escolares para a renovação da história do ensino primário no Brasil. In: VIDAL, Diana Gonçalves (Org.). Grupos Escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893 - 1971). Campinas: Mercado das Letras, 2006. p. 21-56.

SOUZA, R. A. de. O ensino de história na perspectiva intelectual de Alfredo Miguel Aguayo. Revista HISTEDBR On-line. Campinas, n. 43, p. 118 -131, set. 2011. Disponível em < http://www.histedbr.fae.unicamp.br/revista/edicoes/43/art09_43.pdf>. Acesso em 14 de Jan. 2012.

VIDAL, D. G. (org.). Grupos Escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893-1971). Campinas: mercado das letras, 2006.

Publicado
2022-01-07
Como Citar
Pezzin, A. C., & Siqueira Filho, M. G. (2022). Vestígios do Ensino de Matemática em um Grupo Escolar Capixaba . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 672-682. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15167
Seção
Sessões Coordenadas