Departamento de Matemática da Universidade de Brasília (UNB): narrativas da sua origem

  • Mônica Menezes de Souza Doutoranda da Universidade Anhanguera de São Paulo – UNIAN; Docente da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal SEEDF
  • Aparecida Rodrigues Silva Duarte Docente do Programa de Pós-graduação em Educação Matemática da Universidade Anhanguera de São Paulo – UNIAN, Campus Maria Cândida.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo relatar a origem do Departamento de Matemática da Universidade de Brasília. Essa universidade foi criada em dezembro de 1961, inaugurada em 1962, e seu primeiro reitor foi o professor Darcy Ribeiro. O atual Departamento de Matemática da UnB surgiu em 1962, como Instituto Central de Matemática, atendia aos cursos-tronco de Administração, Direito e Economia, e Arquitetura e Urbanismo, além de oferecer cursos de pós-graduação em Matemática. Os professores Geraldo Ávila e Djairo Figueiredo, recém-formados em seus doutorados, chegaram a Brasília em 1962 para compor o Instituto e logo criaram o curso de mestrado, visando à formação de docentes para atuarem na graduação (Azevedo, 2005). O Instituto teve como primeiro coordenador geral o professor Leopoldo Nachbin e, em 1964, o professor Elon Lages Lima. Utilizou-se como pressupostos teóricos da História Cultural e da Oral os trabalhos de Buffa (2002), Le Goff (2003), Magalhães (2004) e Bosi (2006). Os dados coletados até o momento indicam que: a UnB foi concebida a partir das ideias inovadoras e com uma estrutura de departamentos e sistema de créditos, diferente das estruturas universitárias da época; a criação do curso de mestrado tinha como objetivo formar os professores que atuariam na graduação; os docentes que criaram o Departamento de Matemática abraçaram as ideias lançadas por Darcy Ribeiro e se empenharam em criar um curso de mestrado embasado no que conheciam das melhores universidades norte americanas e, dessa maneira, prepararam profissionais competentes para atuarem nos cursos de graduação.

Referências

AZEVEDO, Alberto; ÁVILA, Geraldo Severo; FIGUEIREDO, Djairo Guedes; TENEMBLAT, Keti. A história do Departamento de Matemática da Universidade de Brasília. In: VI SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA, 2005, Brasília. Anais... Brasília: Sociedade Brasileira de História da Matemática, 2005. p. 39 – 57.

BOSI, Éclea. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 13. ed. São Paulo: Companhia das letras, 2006.

BUFFA, Ester. História e filosofia das instituições escolares. In: ARAÚJO; GATTI JUNIOR (Orgs.). Novos temas em história da educação brasileira. Uberlândia: Edufu, 2002. pp. 25 – 38.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti. A experiência do labirinto: metodologia, história oral e educação matemática. São Paulo: UNESP, 2008.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Revista brasileira de História da Educação, n. 1. Campinas: Autores Associados, jan./jun. 2001, p. 9 – 43.

LE GOFF, Jacques. História e memória. 5. ed. Campinas: UNICAMP, 2003.

MAGALHÃES, Justino Pereira. Tecendo nexos: história das instituições educativas. Bragança Paulista: Universitária São Francisco, 2004.

NUNES, Clarice. História da educação brasileira: novas abordagens de velhos objetos. Teoria & Educação, 6, 1992. p. 151 – 182.

SÁ-SILVA, Jackson Ronie; ALMEIDA, Cristóvão Domingos; GUINDANI, Joel Felipe. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais. Ano I, n. I, p. 1 – 15, jul 2009.

TODOROV, Maria Silvia Ribeiro. UnB – evolução da estrutura acadêmica: do plano orientador ao estatuto de 1993. Brasília: UnB, 1995.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Plano Orientador da Universidade de Brasília. Brasília: UnB, 1962.

_____. Programação das atividades do Departamento de Matemática da Universidade de Brasília. Brasília, 1963a. 5 p.

_____. Sobre a posição do instrutor na Universidade de Brasília. Brasília, 1963b. 5 p.

Publicado
2022-01-07
Como Citar
Souza, M. M. de, & Duarte, A. R. S. (2022). Departamento de Matemática da Universidade de Brasília (UNB): narrativas da sua origem . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 723-733. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15172
Seção
Sessões Coordenadas