O Manual “Como ensinar Matemática no Curso Ginasial”: uma compreensão acerca da(s) proposta(s) de formação de professores de Matemática do Ensino Secundário implementada(s) no sul de Mato Grosso Uno pela CADES

  • Marcos Henrique Silva Lopes Discente do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática (PPGEduMat) da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campus de Campo Grande. Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
  • Luzia Aparecida de Souza Docente do Instituto de Matemática (INMA) e do PPGEduMat da UFMS, Campus de Campo Grande

Resumo

Este artigo apresenta um recorte de uma pesquisa de mestrado que está em desenvolvimento que objetiva compreender a(s) proposta(s) de formação de professores de Matemática do Ensino Secundário implementada(s) pela Campanha de Aperfeiçoamento e Difusão do Ensino Secundário - CADES, que vigorou no Brasil a partir da década de 1950 até o início da década 1970, com atuação em diversas regiões territoriais do país, especialmente na região sul do estado de Mato Grosso Uno, que atualmente corresponde ao estado de Mato Grosso do Sul. Para tanto, focamos obras relacionadas à formação matemática e pedagógica desses professores, que foram produzidas e/ou publicadas por essa Campanha. Dentre os materiais encontrados, procedemos a uma análise do Manual “Como ensinar Matemática no Curso Ginasial: manual para orientação do candidato a professor de curso ginasial no interior do país”, à luz do Referencial teórico metodológico da Hermenêutica de Profundidade - HP desenvolvido por Thompson (1995). O Manual em análise apresenta uma preocupação em enfatizar o conhecimento do professor atuante no Ensino Secundário no que se refere ao desenvolvimento psicológico e sua relação com a aprendizagem e formação da personalidade do adolescente. Além disso, discute abordagens didático-pedagógicas em seus diversos aspectos, assim como propõe sugestões de desenvolvimento de conteúdos matemáticos em sala de aula.

Referências

ABREU, Jayme. A educação secundária no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos – RBEP. v. XXIII, n. 58, Abr.-Jun., 1955. p. 26-105.

ALBUQUERQUE JUNIOR, Durval Muniz de. História: a arte de inventar o passado - Ensaios de teoria da História. 1ª ed. Bauru: EDUSC, 2007. 254p.

ANDRADE, Mirian Maria. Ensaios sobre o ensino em geral e o de matemática em particular, de Lacroix: análise de uma forma simbólica à luz do referencial metodológico da Hermenêutica de Profundidade. 2012. 281f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2012.

BARALDI, Ivete Maria; GAERTNER, Rosinéte. Textos e contextos: um esboço da CADES na história da educação (matemática). Blumenau: Edifurb, 2013. 183p.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti; SOUZA, Luzia Aparecida de. Elementos de História da Educação Matemática. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012. 384p.

GOMES, Tarcísio Tupinambá. Nossa rêde escolar secundária. Revista Escola Secundária, Rio de Janeiro, n. 6, Set. 1958, p. 117-120.

LIMA, Lauro de Oliveira. Uma nova forma de atuação regional do Ministério da Educação. Revista Escola Secundária, Rio de Janeiro, n. 13, Jun. 1960, p. 5-11.

OLIVEIRA, Stella. Sanches de. A história da disciplina escolar francês no Colégio Estadual Campo-grandense (1942-1962). 2009. 252f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS), Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2009.

_______. O Manual de Didática de Francês da CADES: uma análise para o estudo de disciplina escolar. In: Congresso Brasileiro de História da Educação, V., 2008, Aracaju. Anais. Aracaju: SBHE/UFSE/Unit, 2008.

PARDIM, Carlos Souza. Orientações Pedagógicas nas Escolas Normais de Campo Grande: um olhar sobre o manual Metodologia do Ensino Primário, de Theobaldo Miranda Santos. 2013. 124f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET), Fundação Universidade Federal de Mato Grosso

do Sul, Campo Grande, 2013.

PESSANHA, Eurize Caldas; ASSIS, Walderlice da Silva. Arquivos digitalizados da Escola Estadual Maria Constança Barros Machado (Campo Grande/MS). DVD. Campo Grande, 2011.

PINTO, Diana Couto. CADES e sua presença em Minas Gerais. CONGRESSO DE PESQUISA E ENSINO EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS, II., 2003, Uberlândia, Anais, p. 252-262.

POZZI, Alfio. O processo de implantação do ensino superior na região do Pantanal de Mato Grosso do Sul – Corumbá: (1961-2002). 2006. 114p. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2006.

THOMPSON, John Brookshire. Ideologia e Cultura Moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Petrópolis: Vozes, 1995. 423p.

Publicado
2022-01-09
Como Citar
Lopes, M. H. S., & Souza, L. A. de. (2022). O Manual “Como ensinar Matemática no Curso Ginasial”: uma compreensão acerca da(s) proposta(s) de formação de professores de Matemática do Ensino Secundário implementada(s) no sul de Mato Grosso Uno pela CADES . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 1089-1099. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15209
Seção
Sessões Coordenadas